Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Hipster Chique

@bichodagalaxia . humor . nerd . fluente em klingon . criativa - ish . opinião

A Hipster Chique

@bichodagalaxia . humor . nerd . fluente em klingon . criativa - ish . opinião

Hipster Nerd - Ep. 1 . O que é ser nerd?

Janeiro 22, 2019

Sofia lançou a ideia/desafio de eu escrever uma rubrica chamada "Diário de Uma Nerd" e eu achei uma excelente ideia, mudei-lhe apenas o nome e ficou "Hipster Nerd". Até pretendo tornar isto um post semanal. Vamos começar pelo significado!

Tenho gostos que fazem de mim uma nerd. Mas afinal o que é ser nerd?

Fui à procura do seu significado e foi isto que encontrei.

 

“Nerd significa uma pessoa muito dedicada aos estudos, que exerce atividades intelectuais muitas vezes inadequadas para sua idade.”

Claro, sempre muito dedicada aos estudos... ou não. Eu era aquele tipo de aluna que irritava muita gente porque não precisava de estudar para tirar boas notas, bastava-me estar atenta nas aulas e conseguia tirar notas altas e adquirir a matéria com muita facilidade.

 

 

“...o nerd esquece de atividades sociais prazerosas, como, participar com amigos de uma partida de futebol, se reunir com um grupo “para jogar conversa fora...”

Nunca recusei jogar à bola, agora recuso porque por norma não me convidam para jogar à bola e só me convidam para coisas que a meu ver são tudo menos prazerosas e “jogar conversa fora” com o grupo parece-me uma perda de tempo.

 

 

“O dito, nerd, é muitas vezes um solitário que se dedica a um hobby antissocial, podendo ter dificuldades em se integrar com um grupo, porque geralmente é também bastante tímido.”

Isto está a ficar demasiado negativo mas pronto, eu acho que alguns dos hobbies de um nerd são antissociais porque ninguém quer ler um livro em conjunto, sim porque eu conheço um casal FOFINHO, que lê em conjunto como quem vê uma série e aqui gostava de lhes referir a importância do preservativo para que não se reproduzam.

Não sou nada tímida e ser nerd fez-me ser mais social e procurar pessoas com gostos parecidos, ao mesmo tempo que me dou com pessoas que não partilham desses interesses e mesmo assim tenho uma fácil integração.

 

 

“... a palavra nerd é usada como gíria para descrever uma pessoa irritante, impopular ou fisicamente pouco atraente.”

Pronto, agora isto já é cyberbullying! Irritante não me acho, impopular não é algo que me preocupa se sou ou não e fisicamente pouco atraente não me parece de todo, sexy é o meu nome do meio e tenho provas visuais:

vaca_sexy.jpg

 

Agora o que eu considero que me faz uma nerd é a paixão que demonstro por certos assuntos relacionados com a cultura pop como filmes, séries, comics, livros, coleccionáveis e videojogos. Sou uma entusiasta destes assuntos e, ao contrário do que a maioria das definições diz, não me acho mais inteligente que os outros ou alguém antissocial. Sou bastante animada e social, adoro humor e conhecer pessoas novas independentemente dos seus gostos.

 

A Hipster Chique

Dois anos de Hipster Chique

Janeiro 17, 2019

E cá está ele, tão pequenino ainda, com dois anos de idade, umas mudanças de humor constantes, uma responsável irresponsável e ainda muito para dizer.

Não sou de lamechiches nem discursos emocionais mas quero apenas agradecer a todos os que passam por aqui e tiram tempo do seu dia para ler os meus disparates. Esta comunidade da blogosfera é como um refúgio para mim e faz-me bem. Sei que nem sempre sou muito participativa mas mesmo assim sinto que cada vez conheço um pouco mais sobre quem me lê. Muito muito obrigada!

 

Na terça-feira fiz um post onde pedia que me colocassem perguntas para serem respondidas ou desafios para serem realizados por mim neste post, contudo não contei com a vossa fantástica criatividade e será difícil colocar tudo aqui até porque alguns dos temas propostos merecem ser bem aproveitados no seu próprio post. Mas vamos lá ver o que vocês querem e o que vos posso dar aqui:

 

A Desconhecida queria ver uma foto do meu espaço de trabalho para o blog. Eu nunca trabalho em local fixo para o blog e os principais locais são estes:

IMG_0128.jpg

IMG_0129.jpg

 

... queria também uma resposta à pergunta "Se fosses um animal, o que gostarias de ser?" ao qual a Sofia teve todo o gosto em responder, "Alien". Confesso que para mim isso não é bichinho e se eu fosse um animal gostaria de ser um Ornitorrinco porque tenho um fascínio pelo animal e porque eles suam leite e tem garras venenosas.

 

... propôs também o desafio de eu passar um dia sem usar o telemóvel, o que pretendo fazer mas gostava de o fazer num post à parte onde contasse a experiência de forma mais detalhada. Preciso apenas de saber, é passar o dia sem telemóvel ou sem tecnologia alguma?

 

 

A Cecília queria ver um vídeo nocturno do fantasminha, o Baruelo Betume, ou Bêbê, o fantasma que vive comigo. Porem ainda não foi possível convencer o Baruelo a deixar-se filmar e fomos para o lado violento da coisa. Irei continuar a tentar mas não prometo nada. E Cecília não me parece que ele tenha ficado teu fã.

 

 

A Sofia também quer saber umas coisas, perguntou-me o que é o meu novo projecto "Bicho da Galáxia". Bicho da Galáxia é um novo projecto que estou a realizar, é sobre cultura pop (séries, filmes, livros, comics, entre outros), assuntos esses que sempre quis desenvolver aqui no blog mas nunca consegui enquadrar na temática, porque é muito específico e eu quis criar um canto on-line feito por mim onde pudesse falar de forma exclusiva desses assuntos. De onde veio o nome? Não sei, estava no trono de porcelana e pumba!

Quem quiser pode seguir no Instagram (@bichodagalaxia) e Twitter (@bichodagalaxia).

 

... lançou-me o desafio de sair mais de casa, partilhar aventuras do mundo exterior e reduzir o número de horas a ver séries. Eu saio de casa, várias vezes ao dia e por vezes estou fora de casa o dia inteiro e muito me acontece por isso vou começar a documentar mais vezes essas saídas, do género "Hipster, a aventureira", a Dora que se cuide!

Ao contrário do que muitos pensam eu não passo assim tanto tempo a ver séries, devido às ocupações da minha vida eu neste momento tiro um dia por semana para ver séries que preciso de actualizar, de resto diminuí bastante o tempo de visualização e não pretendo baixar mais! 

 

... perguntou-me se iria lançar um livro novo e quanto a isso só tenho a dizer que tudo leva o seu tempo mas talvez esteja a cozinhar algo para meter cá fora. Algo relacionado com séries que colocava aqui no blog.

 

... e sugeriu que fizesse uma rubrica chamada "Diário de uma nerd" que foi algo que já me passou pela cabeça e talvez seja algo a experimentar.

 

 

O cheia lançou-me o desafio de falar do maravilhoso mundo que aí vem, o futuro! Isso daria um bom conjunto de posts e que não merece ser preparado a correr. 

 

 

Existe um Olhar queria ver um conjunto de fotos sobre os meus petiscos favoritos e isso será um post futuro, principalmente porque de momento eu estou numa fase complicada onde não posso comer tudo o que quero e doeu, esta sugestão...

 

O Triptofano propôs o que para mim será um dos posts mais prazerosos que eu vou escrever. Um roast a pessoas aqui da comunidade Sapo. Antes de irem para o tradutor e acharem que vou assar pessoas, para quem não sabe, um roast é lançar piadas sobre alguém usando humor negro através de histórias, elogios.

Já tenho algumas pessoas na lista e vai ser lançado na próxima semana.

 

Como não é possível lançar aqui neste post todos os desafios propostos, irei no decorrer da próxima semana lança-los em posts singulares. Vou comemorar estes dois anos de blog com uma semana de posts sugeridos por quem me lê! Agradeço a quem comentou e sugeriu, a quem leu, quem deu favorito e até a quem olhou para o título e continuou a sua vida. Obrigada!

 

A Hipster Chique

Quero que me ajudem!

Janeiro 15, 2019

AJUDEM

Daqui a dois dias o meu blog faz dois anos e gostava que deixassem nos comentários, perguntas (de toda a espécie!), desafios e coisas do género que gostavam de ver no post do dia 17. Sei que é em cima da hora mas gostava de fazer algo diferente por isso seja criativos, pensem o que mais gostariam de ver num post, sejam respostas a perguntas, fotos, por aí. Podem fazer várias perguntas, desafios, não precisa de ser só uma!

 

Estou no dia 1 sem chicha e sem açúcar e a banana do pequeno-almoço tinha ar de chouriço com problemas hepáticos. 

As minhas refeições foram fantásticas e peço desculpa pela falta de entusiasmo enquanto as descrevo mas a vida é mesmo assim:

Pequeno almoço com um batido de frutas e uma papinha muesli com muita semente, tanta semente que fiquei a ponderar se o famoso ovo da internet teria sido posto por mim.

O almoço foi salada de atum com granola, grão-de-bico e outras coisas para ali metidas.

Lanche foi fruta com aqueles discos de trigo e sementes, merda das sementes.

Bebi cerca de 3 litros de água até agora.

Jantar será salmão com legumes, muitos legumes.

 

Quando já estiver mais conformada irei colocar aqui as receitas daquilo que ando a pôr dentro de mim, mas para já ainda estou num período de habituação, raiva e frustração porque para chegar ao meu supermercado eu tenho de passar por uma hamburgueria, um restaurante com o menu de bifes colocado cá fora em ponto grande e uma padaria portuguesa cheia de salames e bolos! O menu é tão grande que só falta mugir.

 

E pronto, se puderem e quiserem ajudem lá com aquilo no início do post e obrigada pela força.

 

SIGAM O MEU NOVO PROJECTO "BICHO DA GALÁXIA":

Instagram: @bichodagalaxia

Twitter: @bichodagalaxia

 

A Hipster Chique

A Hipster vai largar a chicha

Janeiro 14, 2019

Não, isto não sou eu a admitir o meu problema com o álcool, isto sou eu a largar a chicha, carnocas, carnita, de animais que pronto não merecem ser comidos.

Durante a minha vida inteira comi carne como se não houvesse amanhã e tentei sempre ir pela escolha mais biológica e com o tempo fui diminuindo a quantidade de carne que comia. Para fins de saúde com o extra de ajudar o meio ambiente vou deixar de comer carne, pelo menos por um mês. É um desafio a que me proponho para pesquisar mais sobre alternativas alimentares, tentar novas coisas e ir por um caminho mais saudável. Juntamente a isso irei largar também o açúcar e o meu organismo está em modo "oh Jesus meu Deus porquê!".

 

Sem açúcar e sem carne pelo menos por um mês, tudo depois disso já será um milagre digno de anotação mas pronto, cá vamos nós. Vou documentar aqui o meu estado mental e como está tudo a correr. Se quiserem dar dicas de receitas simples e nutritivas ou dicas de como não cortar os pulsos ao fim de dois dias, eu aceito e serão muito bem vindas.

 

Isto não é um desafio de dieta radical ou por diversão, apenas uma tentativa de diversificar e tentar ser mais saudável.

Para me ajudar a ultrapassar este mês criei regras/lemas para mim mesma que pretendo levar à risca:

1. Evitar passar por quintas porque até um grunhido me vai fazer ceder

2. Ir ao supermercado em modo Bird Box (referência ao filme da Netflix onde andam de venda nos olhos)

3. Não olhar para o salmão com raiva por ele não ser uma vaca gorda criada nas pastagens verdes do mato

4. Brócolos são asas de frango verdes, brócolos são asas de frango VERDES

5. Açúcar é o pacto que o Diabo fez com o Satã com a confirmação de Belzebu

6. Chorar no duche é sempre uma possibilidade 

7. "Hello" da Adele será a música da minha relação com a carne e o açúcar

 

E que alguém tenha piedade de mim. Aqui vou eu 0/30...

 

SIGAM O MEU NOVO PROJECTO "BICHO DA GALÁXIA":

Instagram: @bichodagalaxia

Twitter: @bichodagalaxia

 

A Hipster Chique

Uma vaca a ser raptada por aliens

Janeiro 11, 2019

Foi uma semana intensa, falei de beterrabas murchas e mamilos vesgos, da vida estranha das princesas da Disney, apresentei-vos o Baruelo Betume, o meu novo colega de casa que é um fantasma e pedi desculpa a pessoas e coisas que mereciam um sincero pedido de desculpa, por isso para o post de hoje quero fazer algo mais calmo e bem curto e falar da passagem de ano.

Não, não é nenhuma história louca sobre bebedeira e aventuras nocturnas com fantoches a cantar o hino do Cambodja, isso fica para outro dia.

 

Foi uma passagem de ano calma, com alguns amigos, de forma caseira e com muita comida e bebida. 

Comemos, bebemos, rimos, falamos e foi tudo tão bom.

Coloquei uma playlist do Youtube Music chamada New Year's Eve Party Non-Stop e a party parou quando as músicas eram todas do mesmo género da "Careless Whisper" porque todos estavamos a ficar deprimidos.

Falamos sobre Star Wars e uma amiga minha acabou com o nome "Eu Gosto Muito do Han Solo" gravado no contacto dela do meu telemóvel o que já me criou situações muito interessantes cada vez que precisava de contacta-la ou cada vez que ela me contactava. A deicsão foi feita com sobriedade. 

É só mais um nome para juntar ao Priscilla A., à Parasita ou à Bicha Virgem, tudo nomes de contactos de pessoas reais na minha vida.

 

Jogamos Pictionary e num cartão que tinha "Disco Voador", algo fácil de ser desenhado, saiu a sugestão mais estranha que alguma vez ouvi... "Isso é uma vaca a ser raptada por aliens".

Agora imaginem o que raio foi desenhado para a sugestão ter sido essa. Pois, irei desvendar mais tarde o tão infame desenho.

O resto da festa foi uma viagem de tentativas de como não rir cada vez que nos lembrávamos da vaca a ser raptada por aliens.

 

Que tenham todos um bom fim de semana e que não sejam raptados por aliens.

 

SIGAM O MEU NOVO PROJECTO "BICHO DA GALÁXIA":

Instagram: @bichodagalaxia

Twitter: @bichodagalaxia

 

A Hipster Chique

Desculpa...

Janeiro 10, 2019

Quero fazer um post para pedir desculpa a certas pessoas ou coisas que merecem um pedido de desculpas honesto. Durante toda a minha vida ficaram coisas por dizer e eu quero limpar a consciência e quero também que as pessoas saibam que eu sou uma pessoa justa.

Começando...

 

Desculpa... professora de Geografia do 9º ano. Quando eu te atirei com uma cadeira a minha intenção nunca foi de te magoar, muito.

 

Desculpa... bebé que tomei conta quando tinha 17 anos, sei que te deixei com merda na fralda por uns 15 minutos após ter dado conta do cheiro mas eu tinha de colocar um texto emo-dramático sobre o quanto odiava a minha vida no hi5.

 

Desculpa... a todos funcionários de restaurantes e cafés onde já fui por nunca conseguir pedir nenhum menu sem querer retirar mais de três ingredientes. A culpa não é minha, as minhas pupilas gustativas tem um atraso.

 

Desculpa... rapaz de nome desconhecido (até para MIM) que achou que uma eu bêbada numa festa da faculdade ia lembrar de ti no dia seguinte e lembrar também que se declarou de forma amorosa. Flash news, eu viro uma pega-espalha-carinho quando bebo e nunca é seguro assumir que os sentimentos são mesmo reais.

 

Desculpa... textos do blog, por todas as vezes que vos escrevi e deitei nos rascunhos durante meses. Nunca foi minha intenção abandonar-vos e mesmo sabendo que iam acabar na lixeira eu não demonstrei a importância suficiente.

 

Desculpa... segurança do Pingo Doce que se viu de repente na tarefa de caça pokemons quando eu vestida de Charmander, como é óbvio muito ameaçadora, entrei no supermercado para comprar pão e uma lasanha congelada.

 

Desculpa... funcionária da FNAC por achar que após a pergunta "Boa tarde, sabe dizer-me onde ficam os livros de física, por favor?" tu tinhas alguma obrigação de responder. 

 

Desculpa... desumidificador por ter um cabelo tão oleoso que te enche o depósito tão rápido.

 

Desculpa... mãe, por interromper as tuas novelas a perguntar quem é quem e por não ter recebido bem a tua ameaça de morte caso não me calasse. Não me calei e ainda me dói a cabeça.

 

Por agora está tudo mas talvez tenha de voltar.

 

 

SIGAM O MEU NOVO PROJECTO "BICHO DA GALÁXIA":

Instagram: @bichodagalaxia

Twitter: @bichodagalaxia

 

A Hipster Chique

Eu vivo com um fantasma

Janeiro 09, 2019

Sou uma pessoa céptica mas os acontecimentos estranhos que tenho verificado na minha casa colocam em causa esse meu cepticismo. A conclusão que retiro é que vivo com um fantasma. Já aceitei o facto, estou em paz com a situação e quero é que esta convivência seja num ambiente de amizade e respeito acima de tudo.

Começo por baptizar o fantasma porque nem com um tabuleiro de Ouija consigo ter um feedback do nome, por isso vou baptiza-lo com o nome mais simples que conheço, Baruelo Betume, ou Bêbê.

 

Regras foram definidas:

. Nada de possessões, a não ser que precise de uma para expulsar outros indivíduos que se tenham apoderado de mim, espiritualmente. Preciso de especificar, espiritualmente, porque se o apoderar for físico eu quero é que tu nos deixes em paz porque aqui a bitulina precisa de visita de vez em quando;

. Vinho é meu! Depois de acordar e ver várias garrafas vazias sem saber como tal aconteceu, achei que esta regra seria essencial;

. Baruelo, não se lava pratos na sanita, sanita é para repousar o pipi e o cucu enquanto esvaziamos o que nos entope;

. Vejo que já viste o concerto da Taylor Swift mais de três vezes na Netflix e isso é quase de envergonhar. Se estás com o coração partido podemos fazer outra coisa como atirar pratos aos pombos;

. Livros são para ler, não para fazer cair;

. A árvore de Natal não é brinquedo, eu entendo que precises de te entreter mas nunca me deste motivos para acreditar que eras um fantasma gato e eu começo a desejar que tenhas convulsões frenéticas por abanares tanto as luzes;

. Podes e DEVES assustar os vizinhos, principalmente a religiosa, finge que és um fantasma descendente do Buda e vens anunciar o celibato e a castidade aos meros mortais;

 

Definidas as regras quero dizer que estou muito contente com esta nova adição à casa e espero ter mais aventuras com o Bêbê para contar no futuro.

 

 

SIGAM O MEU NOVO PROJECTO "BICHO DA GALÁXIA":

Instagram: @bichodagalaxia

Twitter: @bichodagalaxia

 

A Hipster Chique

O degredo das princesas da Disney

Janeiro 08, 2019

As princesas da Disney são um tópico que me faz confusão. Nós vemos os filmes, um atrás do outro e é lágrima aqui, sorriso ali e a criança dentro de nós está feliz, mas e a nossa(o) adulta/adulto? Não acha nada daquilo estranho? A minha sim!

Aproveitem a idade da inocência porque a partir de uma certa altura e de tantos filmes para maiores de 16/18 a nossa cabeça já não tolera a magia que a Disney nos promete.

 

A Bela e o Monstro é um belo exemplo de zoofilia. Ponto! Chávenas de chá a dançar e tal, tudo muito bonito mas a mulher tem namoro assumido com um urso/leão. Papagaio com pomba já é fora dos limites, isto não! Essa e a Tiana, a cachopa da Princesa e o Sapo, com aquele beijo arriscou-se a levar com herpes em vez de um homem.

 

A Branca de Neve vive com sete homens numa cabana na floresta e é tudo normal? Nada de orgias descontroladas ou abuso de poder masculino? E aquele nome? Ninguém goza? Vanessa Francisca é gozo até à cova, mas Branca de Neve já é lindo. Nem dá para pensar se a mãe da mesma dava na branca não é... não, somos todos inocentes.

 

A Ariel, não me façam falar da Ariel! Para além de ser uma acumuladora digna de ser protagonista de um programa da TLC, deus nos livre que a porca encontre um tampão e tenha pancas por marshmallows. Quer dizer, nem o Sebastião irá aguentar o vómito. Pequena Sereia uma ova, Pequena Porca.

 

Rapunzel escapou de uma torre onde esteve a vida toda presa sem contacto com o mundo lá fora e conseguiu sair de lá sem stress pós traumático ou síndrome de Estocolmo, "presa", pois claro! E se a menina tem aquele cabelão toda na cabeça o mesmo problema não devia ser estendido para as restantes zonas pilosas. Sei lá, acho que ela deveria parecer mais um Lorax do que uma princesa toda arejada que saiu da depilação a laser.

 

Aurora, a Bela Adormecida. Quem, no seu devido juízo, pica o dedo num fuso de propósito? Ela sabia que ia ficar a dormir, não é burra nenhuma. Um sono daqueles é melhor que sono de beleza, procrastinação nível 271 e acorda com o beijo do amor verdadeiro sem ter de levar com a bagagem emocional de más relações antigas.

 

Cinderela é uma interesseira que só quer homem rico para casar. Nunca a ouvimos falar de casar com homem normal que se preocupa em dar o NIF até na compra do pão. Ela quer é homem rico e pelos vistos com fetiche de pés.

 

Quanto às irmãs do Frozen...

A Anna é uma atiradiça, vai a tudo o que mexe. Primeiro olhar e lá está ela noiva a cantar músicas na torre. A Elsa é apenas uma mulher muito fria.

 

Podem ser bons filmes mas apenas para serem vistos com uma mentalidade mais infantil e sonhadora ou há o risco de tirarem conclusões deste género.

 

SIGAM O MEU NOVO PROJECTO "BICHO DA GALÁXIA":

Instagram: @bichodagalaxia

Twitter: @bichodagalaxia

 

A Hipster Chique

Beterrabas murchas e mamilos vesgos

Janeiro 07, 2019

Então, 2019 começou e eu tomei conta que talvez, felizmente, ande afastada da televisão. Eu uso a televisão apenas para jogar PS4, para ver a Fox Comedy e a Netflix, nada mais, nada de SIC, RTP, TVI, não sei o que se passa.

Gosto de ver notícias nas redes sociais ou pesquiso/leio jornais específicos de alguma área ou tema que seja do meu interesse ou pura e simplesmente para me actualizar. Pelo Twitter, alguns blogs e socialização chegou-me aos ouvidos temas que me tem escapado... e ainda bem!

 

Parece que na televisão portuguesa programas focados em relações amorosas estão muito in e deveriam era voltar ao out. Eu gostava de me sentar com um participante desses programas que prometem o verdadeiro amor e fazer a simples pergunta "Porquê?".

Hoje em dia temos Tinder, temos Facebook, temos algo que pelos vistos está em desuso, a comunicação na vida real e aqueles mangas esgrouviados escolhem um programa de televisão que sem um pré-contexto pode ser confundido com os bloopers de um dos filmes da saga 50 Sombras. Porquê?

Ora vejamos o que anda aí e vamos escrutinar a programação dos canais abertos.

 

O Carro do Amor, SIC

Duas pessoas num carro, GPS com destino surpresa chamado Valentina que questiona os pombinhos durante uma viagem cheia de imprevistos.

A não ser que um deles dê um valente de um peido que coloque em causa tudo o que conhecemos em relação a valores tóxicos e o outro em vez de abrir mais o vidro, feche e inale com força, não entendo como é que conseguem ver se a pessoa é indicada para uma relação amorosa.

E pelos vistos enquanto acontece todo o circo no carro, existem dois coaches bem conhecidos que nunca ouvi falar que vão analisando a linguagem e acção do casal. 

Ela: Eu gosto de brownies e de fazer formas com o escroto.

Coache: Uma mulher de gostos sofisticados e com aptidão culinária de excelência.

 

 

First Dates , TVI

Eu tentei procurar sobre este "dating show" mas fiquei-me pelos títulos das páginas de procura do Google e fiquei nada curiosa, mas irei usar essas headlines para registar opinião alheia. Pelo que deu a entender é um programa que funciona um pouco como Tinder criando primeiros encontros entre duas pessoas e vendo como tudo corre a partir daí. 

Parece que já houve uma concorrente que disse que o marido a traiu com um travesti, alguém disse "Despe-te!", não satisfeitos com decadência parece que vem aí outra temporada, há críticas quanto à escolha dos outfits dos concorrentes, talvez tenham levado pouco Gucci e há muita gente desagradada em relação aos amantes que lhes foram atribuídos.

Acho que o desagrado está direccionado para o lado errado mas quem sou eu...

 

Eu não condeno quem vê, nem julgo. Cada um vê o que quer e eu também tenho a minha parte de trash tv bem definida, mas parece-me que os reality shows andam a ficar preguiçosos nos seus conceitos ou com pouca originalidade. 

E se têm mesmo de seguir esses conceitos ao menos que chegue a Portugal o "Naked Attraction" versão Portuguesa. Para quem não sabe é um reality show (SUPER TRASH!!) onde um candidato escolhe alguém para ter um encontro baseando-se apenas nos atributos físicos escondidos em cabines, em todos eles, com tudo a nu, um de cada vez. Eu quero é ver essas beterrabas murchas e esses mamilos vesgos cá dos tugas, isso sim é de valor. 

 

 

SIGAM O MEU NOVO PROJECTO "BICHO DA GALÁXIA":

Instagram: @bichodagalaxia

Twitter: @bichodagalaxia

 

A Hipster Chique 

Livros que li em 2018

Janeiro 04, 2019

Foi um ano de muitas leituras e algumas repetições que todos os anos faço questão de ler porque são livros que me dizem muito.

Consegui ler mais do que trinta livros, que era o meu objectivo do ano e em 2019 gostava de ler mais de quarenta e cinco, talvez esteja a ser um pouco irrealista mas vou tentar. Já comecei, na própria noite de ano novo a ler "The Nix" de Nathan Hill, um livro pequenito de 752 páginas.

Bem, mas os livros de 2019 ficam para o próximo ano, agora vamos aos lidos de 2018: (Sem spoilers!!)

IMG_9860.jpg

. Black Panther: The Young Prince, Smith - 3/5

Para quem quer conhecer um pouco mais do universo de um dos heróis da Marvel, Black Panther, apresentado de forma diferente e com uma escrita leve. Wakanda Forever!

 

. Runaways: An Original Novel, Golden - 3.2/5

Um óptimo complemento para a série "Runaways", original Hulu e que conta a história de cinco jovens com poderes e vontades extraordinárias que se deparam com a maldade dentro da própria casa, os seus pais.

 

. O Bicho-da-Seda, Robert Galbraith - 3.9/5

O pseudónimo de J. K. Rowling que nos traz um policial enérgico. O livro é a sequela do livro "Quando o Cuco Chama". Não é dos meus favoritos mas quero ler o próximo e tirar as minhas conclusões finais porque conhecendo a autora, sei que nada é deixado ao acaso.

 

. As Lições de Vida de Harry Potter, Jill Kolongowski  - 4/5

Para potterheads ou muggles que querem ter uma visão diferente sobre o Universo do Harry Potter e as lições de vida que podemos aprender com as aventuras de Harry Potter, Ron Weasley e Hermione Granger.

 

. Hollywood, Keegan Allen - 4.7/5

Um livro-fotográfico do actor de Pretty Little Liars que nos traz uma mistura de fotografia cândida com poesia e textos soltos. Uma visão de Hollywood e Los Angeles por detrás da lente e muitas histórias impressionantes.

 

. Diz-lhe Que Não, Helena Magalhães - 5/5

Cada capítulo, uma história. Um livro sobre relações e que nos faz reflectir sobre o amor, as nossas expectativas numa relação e nos ensina que não é errado ou irreal imaginar o nosso conto de fadas.

 

. Erros Geniais que mudaram o Mundo, Mario Livio - 4.2/5

Nem todas as grandes descobertas vieram de sucessos, muitas só foram possíveis devido a erros geniais e este livro prova isso mesmo. Um leitura leve e interessante que nos mostra um lado da ciência que é pouco falado.

 

. Crónicas da Comic Con, Marta Teive, Patrícia Furtado, Pedro Moura, Nuno Rodrigues, Miguel Montenegro, Carlos Pedro - 4.5/5

Seis autores portugueses de banda desenhada que trazem seis histórias que tem em comum o facto de se passarem na Comic Con. Já cheguei tarde para a festa mas este ano foi o ano que o li e trouxe-me memórias fantásticas. Prefácio de Nuno Markl.

 

. Wonderstruck: O Museu das Maravilhas, Brian Selznick - 5/5

Com uma das minhas frases favoritas "O importante não é como olhas, mas sim o que vês." este livro fez-me sonhar, é fantástico!

É uma autêntica viagem e não se assustem com as 640 páginas do livro, valem a pena e infelizmente vão passar a voar. Duas histórias, uma ligação!

 

. Becoming, Michelle Obama - 5/5

Foi o último livro que li em 2018 e acabei em glória. Este é o livro de Michelle Obama, antiga Primeira Dama dos Estados Unidos da América onde a mesma revive memórias da sua vida desde a infância, passando pelos anos da faculdade, até ao último dia da presidência do seu marido Barack Obama. Com fotos memoráveis e uma escrita inteligente. Inspirador.

 

. O Rapaz Escondido, Katherine Marsh - 4/5

Numa época onde se fala tanto de refugiados este livro vai ao encontro dessa situação. Marsh conta a história de amizade entre um rapaz sírio e um rapaz americano, um refugiado e outro imigrante onde ambos cruzam as suas vidas em Bruxelas e os preconceitos não fazem parte do seu vocabulário.

 

. Fantastic Beasts: The Crimes Of Grindelwald, J. K. Rowling - 4.5/5

O roteiro original do novo filme do franchise "Fantastic Beasts" que decidi ler após o filme e foi como o ver outra vez, a cada palavra, cada cena se formava na minha cabeça. Ajuda se tentar fazer as vozes!

 

. Nome de Código: Verity, Elizabeth Wein - 3/5

Um romance em tempo de guerra. Um ambiente de espionagem junta duas amigas, Verity e Maddie numa aventura emotiva e até cruel, com uma demonstração de coragem no feminino.

 

. O Prodígio, Emma Donoghue - 5/5

Da escritora do famoso "O Quarto de Jack" (The Room), "O Prodígio" é um thriller psicológico que conta a história de Anna, uma jovem que se recusa comer e mesmo assim sobrevive por vários meses sem consequências e uma enfermeira, Lib, que chega para tomar conta dela e com a sua chegada a situação de Anna começa a pior perante a passividade da sua família. É um livro de detalhes e com uma escrita viciante, li num dia com muitos suores à mistura.

 

. Fica comigo este dia e noite, Belén Gopegui - 2.5/5

Um romance que conta a história de Mateo e Olga, 22 e 60 anos, que poderia muito bem ser uma história de amor... Demorei até encontrar uma conexão com esta obra, acho que tem uma escrita fantástica e aberta mas não foi uma das histórias que li que mais me fez ficar agarrada. Contudo é um livro interessante, diferente e aconselho a sua leitura.

 

. A Nossa Vida Em Sete Dias, Francesca Hornak - 4.3/5

Natal e família são conceitos que combinados podem ser sinónimo de uma aventura um tanto ou quanto bizarra. Neste livro podemos encontrar uma família presa em casa durante sete dias, com muitas novidades por contar, muitos segredos e presenças inesperadas. Sem wi-fi e obrigados ao isolamento por causa de uma quarentena os Birch vão passar os sete dias mais longos da sua vida.

Com muito drama e humor e eu adoro quando estes dois se juntam. Encontramos ironia na escrita e personalidades tão distintas porém com algum detalhe em comum. Um bom livro.

 

 

Repetidos

IMG_9861.jpg

. A Brief History Of Time, Stephen Hawking - 5/5

Um dos meus livros favoritos do Stephen Hawking e que é uma leitura anual que mantenho há três anos. Começamos no Big Bang e ficamos apenas pela continuidade do tempo? Hawking traz muitas teorias e perguntas que nos fazem pensar. Eu sou fã de física e tenho particular interesse na teoria do multiverso e na possibilidade de voltar atrás no tempo. 

 

. A Condição Humana, Hannah Arendt - 5/5

Foi uma leitura obrigatória na faculdade e gosto de ler de vez em quando, muitas vezes apenas pequenas partes e citações. Fala do ser humano, das nossas atitudes, do privilégio da nossa condição e o que fazemos com a nossa racionalidade. Hannah Arendt tem obras que gosto bastante e é uma filósofa política genial.

 

. Orgulho e Preconceito, Jane Austen - 5/5

O clássico dos meus Outonos que nunca falha, está sempre na prateleira da frente. É uma história perfeita de um romance de época com uma pitada de ironia na escrita. Para mim o melhor de Jane Austen.

 

. How To Be a Bawse, Lilly Singh - 5/5

Da youtuber, empresária, criativa Lilly Singh que através das suas experiências nos mostra como vencer na vida, não ter medo de arriscar e lutar pelo que mais queremos. Com uma escrita realista cheia de pormenores deliciosos e referências à cultura pop. É o segundo ano consecutivo que leio este livro e é sempre uma inspiração.

 

. À Boleia Pela Galáxia, Douglas Adams - 5/5

O meu livro favorito de todos os tempos (vá, quase um empate com o Harry Potter e a Pedra Filosofal). É um livro dentro do livro, um conceito que gostava de ver inserido noutras obras. Com o fim do mundo, Arthur consegue escapar com vida com a ajuda do seu amigo alienígena Ford e juntos vão percorrer a galáxia à boleia enquanto Arthur escreve a sua nova edição do "Guia Para Quem Anda À Boleia Pela Galáxia".

 

. The Complete Marvel Cosmos, Marc Sumerak - 5/5

Imaginem um guia turístico da galáxia, um guia que te diz qual o melhor planeta para descontrair e aquele que deves fugir a sete pés. É o que este livro é e tem umas pequenas anotações dos Guardiões da Galáxia e penso que os do Groot são os mais úteis!

 

. Harry Potter e a Pedra Filosofal, J. K. Rowling - 5/5

Não preciso de dizer muito! Foi o primeiro livro que li na minha vida e será sempre um dos livros que irei ler todos os anos, pelo menos uma vez. 

 

 

Banda-desenhada

IMG_9862.jpg

Para além de mais de cem singles comics que li, este montinho foi o montinho de banda-desenhada lida em 2018. Não vou nomear uma a uma como fiz com os outros livros mas vou referir quais foram as sete melhores leituras:

. Absolute Batman. The Killing Joke (30th Anniversary Edition), Bolland & Moore

. Batman Omnibus Volume 1, Grant Morrison

. Daredevil . The Man Without Fear, Romita

. Animal Man (30th Anniversary Edition), Grant Morrison 

. Man:Plus, André Lima Araújo

. Salomão (Royal Edition), Carlos Pedro

. Identity Crisis, Meltzer & Morales

 

 

Que 2019 me traga mais leituras cheias de universos fantásticos! 

Como foi o vosso ano de leituras?

 

SIGAM O MEU NOVO PROJECTO "BICHO DA GALÁXIA":

Instagram: @bichodagalaxia

Twitter: @bichodagalaxia

 

A Hipster Chique 

ANDO A LER

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D