Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Hipster Chique

humor . nerd . fluente em klingon . criativa - ish . opinião

A Hipster Chique

humor . nerd . fluente em klingon . criativa - ish . opinião

#dia 200 - A primeira vez

Agosto 02, 2017

200 dias de escrita seguida, 6 meses e 16 dias, 231 posts, 1 série e 1 livro!

 

 

Quando comemoro alguma data mais especial aqui no blog, como algum aniversário, algum tema especial ou um número significativo de dias de escrita seguida, faço uma TAG, ou seja, uma lista de perguntas que servem para me dar a conhecer melhor ou para me envergonhar. 

A escolhida para este dia 200 foi a tag "A minha primeira vez", onde vou responder a 35 perguntas sobre as minhas primeiras vezes a fazer algo. Vamos lá...

 

1. Primeira app que vejo assim que acordo

Instagram

 

2. Primeiro osso partido

Nunca parti nenhum osso... meu...

 

3. Primeiro país estrangeiro que visitei

Espanha

 

4. Primeiro post do Instagram, Twitter e Facebook

Instagram: uma foto de dois panados e alface

Twitter: "Estou aqui"

Facebook: "Olá"

 

5. Primeiro item de maquilhagem

Uma base aos 22 anos

 

6. Primeira viagem de avião

Bristol, Inglaterra

 

7. Primeira vez que fiquei de castigo na escola e porquê

Provavelmente por estar a discutir poderes de Pokémons na aula de matemática

 

8. Primeira vez que fui autorizada a usar maquilhagem

Quando tinha 5 anos a minha mãe deixou-me pôr brilhantes na cara para me mascarar de fada, já tinha aqui referido que ADORAVA fadas!?

 

9. Primeiro Youtuber que subscrevi

Colleen Ballinger

 

10. Primeira vez que fui ao shopping sozinha

Lá para os 14 anos

 

11. Primeiro namorado

Primeiro erro

 

12. Primeiro carro

Será o primeiro acidente... provocado por mim...

 

13. Primeira crush

Leonardo DiCaprio

 

14. Primeira experiência culinária

Ovos mexidos e nenhuma cozinha foi mal-tratada no processo

 

15. Primeira desilusão

Morte do pai do Simba

 

16. Primeira vez que saí da minha zona de habitação

Quando nasci, foi do útero, para uma maternidade do Porto

 

17. Primeiro telemóvel

Não me lembro muito bem, mas era um tijolo preto com antena e servia para escrever mensagens até 150 caracteres e só estava autorizada a contactar a minha mãe, madrinha e o 112

 

18. Primeiro encontro

Nunca tive

 

19. Primeiro beijo

Ao meu peluche, um leão pequenino chamado Juba

 

20. Primeiro medo

Aos 3 anos, um acidente de viação em que quase perdi a minha mãe

 

21. Primeiro amigo da faculdade

Um estátua de um escritor (e a vergonha é que não sei o nome dele)

 

22. Primeiro "coração partido"

Morte do pai do Simba

 

23. Primeiro animal

Durante 10 anos da minha vida vivi numa casa com ratos, conta?!

 

24. Primeira asneira

Agora sei que foi pito, porque quando me dirigi ao Pingo Doce no primeiro dia de mudanças para Lisboa e pedi um pito cortado sem molho na charcutaria, toda a gente presente ficou ofendida e julgaram-me de uma maneira agressiva.

 

25. Primeira tatuagem

Um raio que parecia a cicatriz do Harry Potter. Era do Bollycao e a minha mãe mandou tirar...

 

26. Primeiro brinquedo

Não faço a mínima. Lembro-me de nenucos cor de rosa...

 

27. Primeiro livro que li

Harry Potter e a Pedra Filosofal

 

28. Primeira série

The O.C.

 

29. Primeiro filme

Rei Leão

 

30. Primeiro concerto

DZRT

 

31. Primeira pessoa com quem falei hoje pessoalmente

Sara

 

32. Primeira pessoa a quem mandei mensagem hoje

Diogo

 

33. Primeiro post no blog

#dia 1 - Um novo ano, nova Hipster Chique

 

34. Primeira cirurgia

Ao joelho, menisco.

 

35. Primeira luta física

Com o porco que me roubou o tazo do Pikachu... perdi...

 

Aconselho a fazerem esta TAG, pois é bastante enriquecedora para a mente, vão lembrar-se de coisas que até já nem queriam lembrar.

 

A Hipster Chique

#dia 199 - Telenovelas... o flagelo!

Agosto 01, 2017

Mãe, se estiveres a ler isto, não avances mais porque vou falar de algo que te é querido, mas que para mim é um flagelo.

 

Eu já vi telenovelas e era aquela adolescente que ia a correr para casa só para poder ver os Morangos Com Açúcar e que via Chocolate com Pimenta e O Clone à noite com a minha mãe, mas a partir dos meus 18 anos as telenovelas perderam o brilho aos meus olhos. E porquê? Bem, digamos que a palavra "previsível" está no topo das razões, o facto da palavra "spoiler" perder todo o significado também não ajuda, mas há muito mais...

 

 

  • Triângulo amoroso

Há sempre um triângulo amoroso nas telenovelas. Maior parte das vezes constituído por menino bom, menina boa, menino mau e às vezes junta-se uma menina má que acaba por não ter grande papel.

Agora, no primeiro episódio já se consegue saber que o menino bom acaba com a menina boa e que mesmo que o menino mau escape da prisão ou morte, nunca vai acabar com a menina boa.

A novela pode ter 500 episódios, o casal pode separar-se 4 vezes, o protagonista "morrer", haver um salto no tempo de 40 anos e o cão da família ter três ninhadas, que no fim o casal principal irá estar junto! 

 

 

  • Vilões

Essa personagem tem quatro opções no fim:

1. morre

2. desaparece sem deixar rasto

3. fica maluco(a)

4. jura vingança ao longe enquanto vê o casal feliz e depois temos de levar com mais 5 temporadas seguidas até chegarmos à primeira opção

Faz coisas horríveis, consegue sempre ter um caso amoroso nada saudável com o(a) protagonista e tem o seu fim.

 

 

  • Comédia

A parte do elenco cómica é a melhor parte das novelas, mesmo começando a ser sempre a mesma coisa. Ou famílias "rivais", vivem em bairros típicos, gritam por todo o lado, até as situações tristes deles tem de levar com comédia, por exemplo:

- estão num funeral e alguém dá uma piada sobre a cor do caixão

- estão no hospital e alguém vai contra a porta ou ofende o médico e começa a rir que nem um cavalo

De reparar que os protagonistas raramente se enquadram nesta parte do elenco, o que não consigo perceber.

 

 

  • Drama

É que bastava mesmo o sub-título "drama" que já estava tudo dito. Nas telenovelas há um excesso de demonstrações dramáticas e choros agressivos.

Se acabam uma relação, ou estão a discutir, ou até mesmo a declarar-se a outra pessoa, tem sempre uma carga dramática fora do normal. É tudo dito com agonia e entoação elevada. Um simples "Tu não foste ao supermercado, como te tinha pedido" é dito de uma forma quase à novela mexicana.

 

 

  • Exagero

Poderia incorporar este sub-título na categoria do drama, mas não, merece uma atenção isolada. Ultimamente cada vez que estou na presença da minha mãe vejo a novela com ela, para lhe fazer companhia e num só episódio morre alguém, outro alguém é preso, os protagonistas separam-se e voltam a ficar juntos, há casamento, há 23 discussões e alguém se apaixona pelo irmão da cunhada do primo. Escândalo é a palavra e exagero é o que eu acho.

Antes as novelas até conseguiam ser histórias bonitas e simples, hoje é tudo à base de mortes, escândalos familiares, incestos, crime exagerado e se não há a parte cómica a novela teria uma classificação etária para maiores de 18.

 

Benditos Morangos e Beijo do Vampiro.

 

P.S. Isto não é uma crítica a quem gosta de ver novelas. É a minha opinião sobre o mínimo que vejo e coisas que a minha mãe me conta. Cada um deve ver o que gosta e ter a sua própria opinião.

 

A Hipster Chique

Pág. 4/4

ANDO A LER

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D