Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Hipster Chique

As trivialidades de uma geek, talvez um pouco hipster, com algum sentido de humor e criatividade q.b..

A Hipster Chique

As trivialidades de uma geek, talvez um pouco hipster, com algum sentido de humor e criatividade q.b..

29.Mai.17

O Sítio . Capítulo IX

A Hipster Chique
CAPÍTULO VIII  CAPÍTULO, O NONO   ... quando cheguei à parte onde dizia "Suspeitos de Cria" e o único nome que encontrei foi...Carolina Banana. Imediatamente troquei olhares com o Hugo e a sua cara de choque confirmava que eu não estava a ler mal. A Carolina Banana era a suspeita que o O.P.I.M. tinha de ser a cria da Princesa Maionese e pensando bem, até tinha a sua lógica.A Carolina vem de uma família onde (...)
22.Mai.17

O Sítio . Capítulo VIII

A Hipster Chique
CAPÍTULO VII CAPÍTULO, O OITAVO   Entramos... A entrada da organização e o seu interior pareciam saídos de um filme de ficção científica. Imediatamente vi várias pessoas com um casaco preto vestido onde se podia ler "O.P.I.M. - Organização de Protecção da Inocência Mental" e o nome do agente. O Tobias e a Ema vestiram o seu assim que entraram e "Agente Tobias Viagem" e "Agente Ema Viagem" ainda me metiam (...)
14.Mai.17

O Sítio . Capítulo VII

A Hipster Chique
CAPÍTULO VI CAPÍTULO, O SÉTIMO   A Ema olhou para mim e disse... "Jessyca, eu percebo que estejas nervosa e no limite, mas precisas de ter calma. Tudo vai ficar bem aqui no Sítio, te garanto. Só preciso que confies em mim e na minha família. Nós não somos os maus da fita.""Eu não confio naquilo que não sei. Quem são vocês? Eu quero saber já ou ligo para o Capitão Cerviço Junior!", ameacei eu."Está bem. (...)
03.Mai.17

#dia 109 - Três dias de Maio e o que se anda a passar?!

A Hipster Chique
O título deste post não mente, já se passaram três dias do mês de Maio e só quero dizer "Maio, acalma-me o p*to filho!". Já me aconteceu de tudo, já vi tudo e já soube de tudo. Claro que também houve coisas boas e momentos em que sorri ou tive um movimento involuntário dos lábios, mas vou focar-me no mais estranho, duas pequenas histórias/momentos que fizeram toda a diferença entre o bizarro e estúpido...   Miúda exorcista Eu gosto de ir tomar um café no fim do jantar e (...)