Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Hipster Chique

As trivialidades de uma geek, talvez um pouco hipster, com algum sentido de humor e criatividade q.b..

A Hipster Chique

As trivialidades de uma geek, talvez um pouco hipster, com algum sentido de humor e criatividade q.b..

20.Abr.17

#dia 96 - A Hipster Chique

Hoje quero falar deste pequeno mundo que criei chamado "A Hipster Chique". Falar d'A Hipster Chique é o que mais tenho feito principalmente por causa do livro que irei lançar brevemente com o mesmo nome e inspirado no blog.

As mesmas perguntas e olhares surgem cada vez que falo do livro ou do blog, "Escreves sobre o quê?", "O livro é do quê?", "Porquê o nome A Hipster Chique?", "Como reages a críticas?"... Eu tenho respostas minhas para tudo isso, a questão é que por diversos motivos, parece que não me consigo explicar como quero ou as pessoas não percebem o que realmente ando aqui a fazer com o blog e porque raio irei lançar um livro.

Irei responder a tudo, não porque os outros precisam saber, apenas por mim. Afinal, tudo isto saiu da minha cabeça e começo a achar que sou a única a perceber...

 

Porquê o nome "A Hipster Chique"?

Sentada na cama, numa insónia enorme decidi procurar um local para criar um blog, sem ser o blogspot. Encontrei o Sapo Blogs. Em menos de 1 minuto estava a escrever e a criar tudo com o nome "A Hipster Chique", não sei como pensei no nome. Apenas me veio à cabeça e a partir daí foi ver se já existiria algo do género, não existia. Bem, passou a existir.

 

Vais lançar um livro? De quê?

Com honestidade? Não sei. Eu sei sobre que escrevo e é muita coisa, são muitos temas, eu apenas juntei textos e criei um manuscrito para um livro. Tem humor, tem ironia, tem sarcasmo, tem estupidez, tem vida real e principalmente tem a minha personalidade. O livro é meu e sempre que leio o manuscrito eu não dúvidas sobre quem escreveu, porque é a minha mente e por vezes isso é difícil para as pessoas perceberem. O mesmo para o que escrevo no blog.

 

Como reages às críticas?

Coisas como "Não sei como vão publicar este lixo" e "Não gosto nada do que escreves, parece muito infantil" são só alguns exemplos daquilo que já li sobre A Hipster Chique. Como reajo? Bem, não reajo.

A questão é, todos tem direito à sua opinião e a dizer se gostam ou não de algo. Se me incomoda ler coisas assim? Claro que sim. Se dura muito mais que uns minutos? Claro que não.

Eu já tive pessoas que conheço a dizer que não gostam do que eu escrevo, que acham escrita pobre ou um pouco juvenil demais. Tudo bem, continuam a apoiar-me. Nem todos tem de gostar.

 

Como consegues escrever todos os dias?

Apenas porque gosto. Nem que seja uma frase, um pequeno post, todos os dias eu tenho de escrever e desde o dia 15 de Janeiro que isso acontece. Nunca falhei um dia e isso orgulha-me. Sou uma rapariga de muitas ideias e que quer meter cá para fora o seu mundo.

 

A Hipster Chique é o meu bebe. É a minha companhia. É algo que nasceu na minha cabeça, um blog e agora um livro. Não escrevi um livro ou tenho publicidade no blog só com a finalidade de fazer dinheiro. Não mesmo. É bom ter comentários, é bom ter pessoas que lêem aquilo que eu escrevo e gostam e é bom receber dinheiro com isso. Mas não é o principal. Eu escrevo porque quero, porque gosto e por mim.

Gostem ou não, critiquem ou não, eu não vou parar. Continuarei a escrever todos os dias e na minha Bucket-List o traço no "Escrever um livro" já está a tinta permanente.

 

Obrigada por quem me apoia e lê e obrigada a mim mesma por não desistir.

 

A Hipster Chique

 

 

 

20 comentários

Comentar post