Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Hipster Chique

As trivialidades de uma geek, talvez um pouco hipster, com algum sentido de humor e criatividade q.b..

A Hipster Chique

As trivialidades de uma geek, talvez um pouco hipster, com algum sentido de humor e criatividade q.b..

Sex | 14.04.17

#dia 90 - Serviços públicos .. Guia de como acabar na prisão!

Eu bastava-me escrever o título e parar por aí, porque basta ouvir "serviços públicos" e a espinha arrepia, o medo instala-se e a raiva precisa de vacina urgente.

Eu já passei muitas horas em serviços públicos e o que eu rezei, para não ir presa por agressão a um funcionário ou pessoa/animal que estava na fila. Todos os dias por volta das 7h lá começa a fila na Loja do Cidadão que dá a volta ao quarteirão. São mais que as mães e nem 60% irá sobreviver. Digamos que os serviços públicos são os Hunger Games do ser comum. 

Muito do que vou falar foi retirado de experiências pessoais e conhecimento...

 

Correios

O que deveria ser até um serviço mais calmo, foi o responsável por diversos traumas que ainda hoje me assombram. Por exemplo:

. Não estar presente na minha zona de habitação para receber uma encomenda e lá estava o aviso na caixa do correio para na manhã seguinte a partir das 8h poder ir buscar a encomenda. Era urgente, mas lá me conformei. Nessa mesma tarde avistei o carteiro que faz a distribuição aqui no bairro, ao que ele me diz que a encomenda está na carrinha, mas que se for muito urgente podia ir a partir das 18h aos correios, que ele depositava lá a encomenda. Toda contente agradeci e fui, tirei a senha e quando foi o meu número esta foi a conversa com a funcionária:

Eu: Boa tarde. Eu vinha levantar uma encomenda, pois não estava em casa hoje para receber, mas o seu cole...

Coisa: Se não estava hoje só pode levantar amanhã, a partir das 8h. Boa tarde.

(entretanto o carteiro entrou dentro do gabinete com várias encomendas)

Eu: Mas o seu colega disse que se era muito urgente podia vir tentar levantar hoje visto que ele também acabou de chegar.

Coisa: O meu colega não tem autoridade. Se no aviso diz amanhã, é amanhã que vem.

Eu: Mas não podia fazer um jeito? É mesmo urgente.

Coisa: Eu não estou aqui para fazer jeitos a ninguém. Boa tarde. Seguinte!

...

Aquela bicha com cara de prisão de ventre levou uma reclamação no dia seguinte e desde então trata-me melhor que a minha mãe!

 

Cartão de Cidadão

Infelizmente já tive o azar de perder o cartão de cidadão e por grande "sorte" nem fotocópia tinha. Perdi a carteira e todos os documentos que lá estavam. Precisei fazer o cartão de cidadão... Fui apresentar queixa à polícia e levei a queixa formulada em papel ao gabinete do Cidadão para fazer o cartão novo. Tudo correu bem, impressão digital, fotografia com cara de condenada por homicídio e uma assinatura de pré-primária.

No levantamento do cartão a conversa já foi outra... Mais uma vez, lá fui eu, tirei a senha, fui chamada, dei o meu nome e coloquei o dedo para verificação de identidade através da impressão digital, pois... aqui é que a coisa ficou estranha.

A minha impressão digital não estava reconhecida no sistema. Tentei vários dedos e continuou tudo na mesma, até que o senhor me fez a pergunta que nunca pensei ouvir em tom sério, "A menina tem a certeza que é a Raquel Almeida?".

Na minha cabeça, esta foi a resposta... "Não, eu roubei esse papel de levantamento de uma caixa de correio qualquer, que calhou ser minha sósia e se reparar bem na foto que me tiraram, não deveria meter-se comigo dessa maneira!".

Mas não... fiquei pelo olhar de parva sem uma palavra. O homem lá tentou outra vez e o sistema reconheceu.

...

Ainda hoje tenho dúvidas sobre a minha identidade graças a esta experiência.

 

Finanças

Eu só queria um papel pequenino que dissesse que eu não tinha feito o IRS nesse ano, mas 4 horas não chegaram. Lá me coloquei na fila às 7h30 da manhã e já via a coisa a correr mal. Lá para as 8h15 entrei e fiquei à espera até 10h... Fui chamada e a AVE RARA da funcionária não sabia o que eu estava a pedir e primeiro que arranjasse alguém que a pudesse esclarecer foi um inferno. 

Ora ia uma fumar, ora ia tomar café porque como diz "Também precisamos de esticar as pernas."! 10h40 e lá conseguiu perceber que afinal o que eu queria era muito fácil. Fez o pedido e fui pagar à tesouraria. 8.70€ e paguei com uma nota de 10€... não havia troco... "Se calhar deve passar cá amanhã."...

Eu com muita calma disse "Fique-me com a porcaria dos 10€ e deixe-me ir embora por favor.", resposta "Vai ter de esperar para a minha colega a chamar outra vez." (GRITAVA JÁ EU INTERNAMENTE!)

11h nada... 11h20, mais um cigarro da funcionária... 11h30 chama-me. Aquela abécula não sabia onde meteu o papel! Lá foi mais uns minutos a olhar para aquilo que me levaria para a prisão. 

11h45 saí com o papel e sem espírito para continuar o resto do dia.

...

Cheguei a casa e era o papel errado... Dia seguinte já nem sei como funcionei...

 

A Hipster Chique

 

 

 

 

13 comentários

Comentar post