Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Hipster Chique

As trivialidades de uma geek, talvez um pouco hipster, com algum sentido de humor e criatividade q.b..

A Hipster Chique

As trivialidades de uma geek, talvez um pouco hipster, com algum sentido de humor e criatividade q.b..

Ter | 07.03.17

#dia 52 - Hoje falo a sério...

Ás vezes quando um assunto nos incomoda há quem diga que o melhor é ignorar e continuar a nossa vidinha. É o que faço em 90% das vezes, mas quando o incómodo começa a dar-me mais que pensar, acho que o ignorar não é a solucção.

Então penso que não há sítio melhor que o blog para expor as minhas angústias e pensamentos. 

Todos somos livres de pensamento e de ter uma opinião própria e quanto a isso nada há a fazer, isto é apenas o meu pensamento e por muito que ache que certas mentalidade devem ser mudadas, é apenas por achar que o mundo ficaria um sítio muito melhor, basta-me ter esperança...

 

Andava eu pelo Facebook quando vejo uma notícia sobre o filme "A Bela e o Monstro", com o título "Bela e o Monstro para maiores de 16 na Rússia por causa de cena homossexual"...

Eu podia continuar e ignorar a notícia, mas decidi abrir os comentários e aí sim, ignorar já não era opcção. A homofobia era abundante e agressiva e comentários como "Mais vale ir embora enquanto levar no c* não é lei." e "Não vou levar os meus filhos ao sinema ver ixto, é mustrar o podre da sosiedade", pois, fiquei ofendida. Eu sou heterossexual, tenho amigos homossexuais, mas o motivo porque me senti ofendida foi porque sou humana!

Eu primeiro lugar, se calhar é melhor e mais bonito mostrar aos filhos filmes como as "50 Sombras de Grey", ou qualquer filme com conteúdo sexual entre homem e mulher, porque isso é "NORMAL"!!

Em segundo, realmente não percam tempo em levar os vossos filhos ao cinema, percam antes em aulas de português!

Dentro da minha família tenho alguém que sem dúvida é homofóbico e nada posso fazer em relação a isso, mas nunca fez um comentário ofensivo ou tratou mal um amigo meu só por gostar de alguém do mesmo género. Não consigo mudar-lhe a cabeça, mas sinto-me melhor porque por muito que não goste, respeita.

 

Lá porque gosto de homens, não iria gostar que me tratassem mal ou de forma diferente só por causa disso. Não define quem eu sou, muito menos ter contacto com pessoas que gostam de pessoas do mesmo género vai fazer algum mal em mim. 

Hoje em dia os miúdos tem acesso a pornografia gratuita em qualquer lado, a violência e drogas, mas os pais preocupam-se com o facto dos filhinhos irem ver uma cena NÃO sexual entre dois homens.

 

"BRAVO!"

 

A Hipster Chique 

 

 

 

2 comentários

Comentar post