Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Hipster Chique

As trivialidades de uma geek, talvez um pouco hipster, com algum sentido de humor e criatividade q.b..

A Hipster Chique

As trivialidades de uma geek, talvez um pouco hipster, com algum sentido de humor e criatividade q.b..

17.Nov.17

#dia 307 - Desenhos Animados, uma análise honesta

AVISO

Este post pode levar a que se preocupem com o meu estado mental!

 

Todos já vimos séries e filmes de animação, mas com que olhos? 

Claro que vendo uma Dra. Brinquedos com uma criança e pelos olhos dela tudo é inocente e às vezes somos levamos pela imaginação. 

Eu vi o Frozen mais de 60 vezes (a partir da segunda vez a escolha já não era propriamente minha) e posso dizer que a frase "Let It Go" fazia-me vomitar, mas o filme era bonito e via-se bem. Mais uma vez via com uma criança que adorava aquele mundo de fantasia.

Até quando era miúda delirava com os bonecos da televisão e com as cassetes que recebia no Natal do Rei Leão, da Pocahontas e as manhãs de Domingo com o leite com cereais acompanhado pelas aventuras dos Pokemon e da Carrinha Mágica. Mas volta e meia comecei a pensar o que seria se víssemos as séries e filmes de animação de uma forma quase "realista" e honesta. E pelo título deste post já perceberam que não me fiquei pelo pensar.

Logo peguei em alguns exemplos de séries e filmes de animação, situações que acontecem nos mesmos e realizei uma análise honesta...

 

 

Pais

Não há pais em condições neste mundo da animação. A maior parte das séries e filmes mostram que as famílias precisam da intervenção da segurança social, porque há várias situações que me preocupam. Vejamos:

  • No Frozen, os pais morrem e deixam as filhas órfãs, uma delas com graves problemas de possível má circulação sanguínea
  • No Pokemon, a mãe do Ash Ketchum (eu achava que se dizia Ash Ketchup) deixou-o sair de casa com 10 anos para ir atrás de bichos
  • No Bambi, assistimos a uma morte horrenda da mãe 
  • No Rei Leão, o pai morre e a cria pensa que a culpa foi dele e foge, sendo criado por dois estranhos que o obrigam a ter uma dieta rica em insectos
  • Nos PJ Masks, assim que os pais se deitam as crianças saem de casa de pijama para "lutar" contra outra criança que com duas lapadas bem assentes naquelas fuças ficava fino

Que raio de mensagem estão a tentar passar às crianças?!! Os pais nos desenhos animados ou são irresponsáveis ou morrem!

 

 

+18

Há tanto filme e série que me levam a pensar que aquelas personagens andam a fumar algo estragado ou que tem uma vida dupla e eu acho que os escritores nem reparam no que andam para ali a fazer... Exemplo:

  • A Dora Marquez, da Dora, a Exploradora é uma criança de 8 anos que acha que a que sua mochila e mapa tem vida própria
  • A Dra. Brinquedos acha que consegue trazer à vida os seus brinquedos e que é a sua médica
  • O Manny, Mãozinhas, só pode ser o título de um filme porno. Cada frase que aquele boneco diz já foi uma frase usada num filme porno e o facto de ter uma relação intima com o seu martelo e chave de fendas é simplesmente assustador.

 

 

Possessão

O demónio não podia faltar nesta lista e há um filme que consegue mostrar na perfeição a sua existência através de possessões. Falo do Toy Story! Ai é muito bonito e os brinquedos a segurar nas mãos no forno e o Woody a fazer amizade com o Buzz e o Sr. Cabeça de Batata todo contente porque o Andy recebeu uma Sra. Cabeça de Batata, mas aquilo é tudo possessão. 

O Andy está em perigo e graças a Deus foi para a Universidade sem nenhum deles atrás, mas deixou-os com uma criança pequenina, a Bonnie que agora irá sofrer...

Nada me diz que não foi o Buzz que matou o pai do Andy, que nunca aparece nos filmes, nem sequer é mencionado. Matou-o com uma pilha AAA quando ainda era um Buzz mexicano!

 

 

Depressão

Quem aqui já viu Peanuts? A famosa série de animação que conta a história do Snoopy e Charlie Brown? Esta série é composta por um bando de personagens deprimidas. O Charlie Brown então, é o mais deprimido de todos.

Há até uma personagem que abre um consultório ao ar livre para ajudar aquelas pobres almas. 

Admira-me não fazerem um anúncio a Fluoxetina onde mostram o antes e o depois de tomar o comprimido, onde o antes é apenas um excerto de um episódio de Peanuts.

 

 

Phineas e Ferb

O pesadelo dos desenhos animados! Dois putos que fazem o que querem e bem lhes apetece, com uma irmã que nitidamente é alimentada a speeds e hormonas e com pais que não se podiam estar a cagar mais para os filhos. 

Já para não falar que andam ser ir à escola há mais de 4 anos. O Verão acabou há mais de 3 anos e 9 meses e eles continuam com a farra.

 

 

Se vou deixar os meus filhos verem séries e filmes de animação?? Não. Vão ver o Baby TV com os seus aquários e figuras geométricas que eu cá não quero canalha maluca.

 

P.S. Eu juro que estou bem da cabeça.

 

 

Livro

O meu livro já está à venda, pode ser encomendado através do e-mail: ahipsterchique@gmail.com ou na livraria Chiado Editora (on-line e offline). Irá brevemente para outras livrarias (Fnac, Bertrand, entre outras) e respectivas plataformas on-line.

 

 

A Hipster Chique

39 comentários

Comentar post

Pág. 1/2