Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Hipster Chique

As trivialidades de uma geek, talvez um pouco hipster, com algum sentido de humor e criatividade q.b..

A Hipster Chique

As trivialidades de uma geek, talvez um pouco hipster, com algum sentido de humor e criatividade q.b..

30.Ago.17

#dia 228 - Taxista, apoio ao cliente e revista Maria

I'M BACK... POR UM DIA!

 

Quando a vida te põe à prova e te manda macambúzios para te atormentar o dia, o que fazes? Resistes ao dia sem te atirares da janela e inventas orações e novos métodos para matar pessoas.

E o que foi que o dia de hoje me trouxe? Taxista, revista Maria, apoio ao cliente, mais propriamente seis chamadas, um bêbado e até um Uber perdido em Lisboa.

 

 

APOIOS AO CLIENTE

 

Em relação ao apoio ao cliente eu já passei por tudo e mais alguma coisa, até fiz um post sobre tais acontecimentos, O "Maravilhoso" mundo do Apoio ao Cliente. Mas confesso que hoje todos os meninos e meninas que estavam do outro lado do meu telemóvel, ou estavam possuídos por um espírito que junta Annabelle e It num só ou houve uma reunião entre tais funcionários com o propósito de fazer a minha vida num inferno. Eu vou para a opção dos espíritos, porque o que vos estou prestes a contar aconteceu nas últimas 24 horas. 

 

Situação: Recepção de uma encomenda na casa nova e eu não estaria lá para receber até amanhã de tarde, logo precisava marcar um horário específico para entrega. Contudo o site dos CTT não aceitava o pagamento dos encargos.

Os CTT tem apoio ao cliente, claro que tem e tem também funcionárias que estariam bem substituídas por vacas. A vaca da porca da cabra da mulher que me atendeu o telefone está na minha lista negra. Vejam um excerto da conversa:

Vaca Porca Cabra: "Mas eu não lhe posso fazer nada se isso não funciona. Tem de pagar."

Eu: "Eu quero pagar, mas já lhe expliquei que não consigo."

Vaca Porca Cabra: "Mas tem de pagar, senão não consigo confirmar nada."

(respirei bem fundo)

Eu: "Eu não consigo pagar. Que outras opções tenho?"

Vaca Porca Cabra: "Não tem outra opção. Da próxima vez esteja em casa para receber."

(cuspi um rim, a bexiga, o pulmão esquerdo e cuspia os testículos se os tivesse e fiquei em silêncio uns 10 segundos antes de desligar).

Voltei a ligar agora à noite e consegui o horário que queria, depois de muita gritaria e nervos.

 

Já com a MEO, hoje até foi calmo, mas não sabia que eles agora tinham um sistema de entretenimento feito através do atendedor automático, que agora conta piadas. A que me calhou foi "A sua chamada será atendida nos próximos 2 minutos" e eu estive 28 minutos à espera. Não é engraçado?! 

Já para não falar daquela música fantástica de apenas três frase que se repete num loop...

"Not really sure how to feel about it
Something in the way you move
Makes me feel like I can't live without you"

Ouvir isto durante 28 minutos é relaxante, só que NÃO!

 

A Vodafone portou-se bem até ao momento em que me passaram a chamada para um departamento onde o senhor que me atendeu está neste momento morto, tenho 80% de certeza. Porque o homem atendeu a chamada a respirar violentamente e a falar aos intervalos como se estivesse a correr e a falar comigo ao mesmo tempo. Quando eu pergunto se está tudo bem ele diz que sim e para eu continuar, mas tudo isto feito com uma voz de pré-entrada na morgue. Desliguei, olhei para a parede, esqueci (ou pelo menos tentei) e liguei outra vez e desta vez quem atendeu não foi uma possível vítima de um ataque cardíaco, graças a deus.

 

 

TAXISTA E REVISTA MARIA

 

Achavam que ia separar estes dois? Como é óbvio não. 

Apanhei um táxi na zona do Colombo e antes mesmo de entrar no carro, espreitei pela janela e vi um cavalheiro dos seus 60 anos a ler a revista Maria no conforto do seu veículo. Perguntei se podia entrar e ele muito simpático disse que sim.

Entrei e achei que ia ter uma viagem descansada... pensei! O senhor começou por me falar da Teresa Guilherme, passou para o David Carreira que acabou com a sua namorada e pôs foto no 'Stragam e terminou no resumo da novela Amor Maior onde a Francisca fez isto e o Lobo e o Cabrito aquilo e eu juro que se ele fosse para o Diário para Ele/Ela eu saltava do veículo em movimento.

 

 

EXTRAS

 

Como mini-histórias extras, tenho apenas a ligação para o apoio ao cliente de uma loja de electrodomésticos e um senhor bêbado a tentar fazer sentido do outro lado do telefone e um Uber que demorou cerca de 10 minutos a chegar perto de mim quando andava à minha frente às voltas, LITERALMENTE às voltas.

 

Se acho que sofri bruxedo e estou com mau olhado? 100% DE CERTEZA ABSOLUTA! Por isso, quem fez, já chega. Eu imploro! 

 

A Hipster Chique

27 comentários

Comentar post

Pág. 1/2