Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Hipster Chique

As trivialidades de uma geek, talvez um pouco hipster, com algum sentido de humor e criatividade q.b..

A Hipster Chique

As trivialidades de uma geek, talvez um pouco hipster, com algum sentido de humor e criatividade q.b..

01.Ago.17

#dia 199 - Telenovelas... o flagelo!

Mãe, se estiveres a ler isto, não avances mais porque vou falar de algo que te é querido, mas que para mim é um flagelo.

 

Eu já vi telenovelas e era aquela adolescente que ia a correr para casa só para poder ver os Morangos Com Açúcar e que via Chocolate com Pimenta e O Clone à noite com a minha mãe, mas a partir dos meus 18 anos as telenovelas perderam o brilho aos meus olhos. E porquê? Bem, digamos que a palavra "previsível" está no topo das razões, o facto da palavra "spoiler" perder todo o significado também não ajuda, mas há muito mais...

 

 

  • Triângulo amoroso

Há sempre um triângulo amoroso nas telenovelas. Maior parte das vezes constituído por menino bom, menina boa, menino mau e às vezes junta-se uma menina má que acaba por não ter grande papel.

Agora, no primeiro episódio já se consegue saber que o menino bom acaba com a menina boa e que mesmo que o menino mau escape da prisão ou morte, nunca vai acabar com a menina boa.

A novela pode ter 500 episódios, o casal pode separar-se 4 vezes, o protagonista "morrer", haver um salto no tempo de 40 anos e o cão da família ter três ninhadas, que no fim o casal principal irá estar junto! 

 

 

  • Vilões

Essa personagem tem quatro opções no fim:

1. morre

2. desaparece sem deixar rasto

3. fica maluco(a)

4. jura vingança ao longe enquanto vê o casal feliz e depois temos de levar com mais 5 temporadas seguidas até chegarmos à primeira opção

Faz coisas horríveis, consegue sempre ter um caso amoroso nada saudável com o(a) protagonista e tem o seu fim.

 

 

  • Comédia

A parte do elenco cómica é a melhor parte das novelas, mesmo começando a ser sempre a mesma coisa. Ou famílias "rivais", vivem em bairros típicos, gritam por todo o lado, até as situações tristes deles tem de levar com comédia, por exemplo:

- estão num funeral e alguém dá uma piada sobre a cor do caixão

- estão no hospital e alguém vai contra a porta ou ofende o médico e começa a rir que nem um cavalo

De reparar que os protagonistas raramente se enquadram nesta parte do elenco, o que não consigo perceber.

 

 

  • Drama

É que bastava mesmo o sub-título "drama" que já estava tudo dito. Nas telenovelas há um excesso de demonstrações dramáticas e choros agressivos.

Se acabam uma relação, ou estão a discutir, ou até mesmo a declarar-se a outra pessoa, tem sempre uma carga dramática fora do normal. É tudo dito com agonia e entoação elevada. Um simples "Tu não foste ao supermercado, como te tinha pedido" é dito de uma forma quase à novela mexicana.

 

 

  • Exagero

Poderia incorporar este sub-título na categoria do drama, mas não, merece uma atenção isolada. Ultimamente cada vez que estou na presença da minha mãe vejo a novela com ela, para lhe fazer companhia e num só episódio morre alguém, outro alguém é preso, os protagonistas separam-se e voltam a ficar juntos, há casamento, há 23 discussões e alguém se apaixona pelo irmão da cunhada do primo. Escândalo é a palavra e exagero é o que eu acho.

Antes as novelas até conseguiam ser histórias bonitas e simples, hoje é tudo à base de mortes, escândalos familiares, incestos, crime exagerado e se não há a parte cómica a novela teria uma classificação etária para maiores de 18.

 

Benditos Morangos e Beijo do Vampiro.

 

P.S. Isto não é uma crítica a quem gosta de ver novelas. É a minha opinião sobre o mínimo que vejo e coisas que a minha mãe me conta. Cada um deve ver o que gosta e ter a sua própria opinião.

 

A Hipster Chique

22 comentários

Comentar post

Pág. 1/2