Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Hipster Chique

As trivialidades de uma geek, talvez um pouco hipster, com algum sentido de humor e criatividade q.b..

A Hipster Chique

As trivialidades de uma geek, talvez um pouco hipster, com algum sentido de humor e criatividade q.b..

27.Mai.17

#dia 133 - A complexidade das mensagens de texto

Este post é apenas informativo, pois eu não sou ninguém para criticar cada caso que vou aqui referir porque praticamente me enquadro em cada um, às vezes vá.

Eu andei a fazer uma pequena reciclagem nas minhas mensagens de texto e encontrei-me com cada situação que não podia fazer muito mais, a não ser partilha-las. Vou separa-las em tipos e grupos e acredito que muitos de vocês são culpados por alguns deles...

 

 

TRADUÇÃO POR FAVOR

Aqui consigo enquadrar erros ortográficos, siglas ou "papa letras"...

EU: "Olá, tudo bem?"

COISA: "Olá, td e ctg? Q ands a fzr?"

Nem é assim algo tão grave, mas a mim faz-me confusão. Pobres letras, que lhes fizeste? Estás assim com tanta preguiça para falar comigo? Isso é uma indirecta? Algo que pode acontecer depois de mensagens deste género é uma viagem ao Google Tradutor para tentar perceber de que língua se trata.

COISA: "Xabs k dia é oje? vai avr fexta na associaxao e pudiamus ir todux. bota? a xerveza vai tr bue brta."

Ah? O quê? Alguém teve um ataque de pânico a ler isto? Eu tive... vários! O "k" e o "x" raramente passa, mas o resto é demais. Esta pessoa não levou resposta porque no fundo só queria insulta-la e também na altura o meu cérebro desistiu de tentar perceber porque me dou com tal gente.

 

 

AOS PINGOS

Este é daqueles tipos de pessoas que mais me irrita de falar, porque em primeiro fazem o meu telemóvel parecer que está a ter ataques convulsivos de tanta vibração e segundo porque fico logo a pensar que o fim do mundo está perto porque parece sempre uma mensagem de urgência, mas não... é isto...

COISA: "Hey"

             "queres"

             "ir"

             "ao cinema"

             "?"

             ":)"

EU: "Não."

COISA: "Eu"

             "pago"

             "anda"

             "lá"

EU: "Estou pronta às 20h. Não mandes mais mensagens!"

Sem 

julgamentos

por 

favor!

 

 

ATAQUE NERVOSO

Já receberam (ou mandaram) aquelas mensagens que parecem que vos gritam na cara em qualquer assunto? Eu não sei se já mandei, mas sei que já recebi várias. Aliás, tenho uma amiga que me manda sempre mensagens deste género e eu não vejo o dia em que ela vai estar miserável e triste... ou que o caps lock do telemóvel deixe de funcionar...

EU: "Olá"

COISA: "OLAAAA!! OH MEU DEUSSS!! HÁ TANTO TEMPO, COMO ESTÁS??!! :D :D :D :D :D :D :D"

(fez apenas 24 horas desde a última vez que falamos)

EU: "Tudo bem e tu?"

COISA: "ESTOU TÃOOO BEM! TEMOS DE COMBINAR ALGOOO! :D :D :D"

 

 

AUTO-CORRETOR

O nosso inimigo número um nas mensagens e que por algum motivo nos leva toda a inteligência, paciência, calma e concentração. Claro que já todos aqui, como eu, utilizamos a desculpa do auto-corretor quando mandamos mensagem para aquele especial e não recebemos o que queríamos:

EU: "És tão lindo. Queres sair comigo?"

COISA LINDA: "Ah, desculpa. Mas gosto de outra pessoa."

EU: "Desculpa HAHAHAHA. Oh meu deus. Foi o auto-corretor. O que queria dizer é "És tão bem educado. Obrigada por me emprestares os resumos da aula."

Quem nunca, certo? Certo?

Mas às vezes a coisa corre de forma ainda mais estúpida...

EU: "Olá. Já tens os pénis lavados?

       "*pénis"

       "*pénis"

       "Oh meu deus, *pénis"

       "*TÉNIS!"

       "Auto-corretor é estúpido!"

Sim, o "auto-corretor" é que é estúpido...

 

Como podem ver, o mundo das mensagens de texto são de uma complexidade extrema!

 

A Hipster Chique

20 comentários

Comentar post