Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Hipster Chique

As trivialidades de uma geek, talvez um pouco hipster, com algum sentido de humor e criatividade q.b..

A Hipster Chique

As trivialidades de uma geek, talvez um pouco hipster, com algum sentido de humor e criatividade q.b..

Qua | 24.05.17

#dia 130 - Há com cada dia estúpido...

Eu dizia que já tinha visto (quase) tudo, pelo menos pensava eu, mas a cada dia que passa e a cada situação vivida a minha opinião muda. Talvez ainda haja, infelizmente, muito para ver...

Hoje foi um daqueles dias em que passei por algumas situações caricatas que parecem não ter fim. Ainda vamos a meio do dia e limito-me a ficar por casa, porque como isto está, se me atrevo a sair à rua ainda me nasce um tronco no ombro ou uma fada rouba-me a carteira.

 

Comecemos pelo melhor, hoje acordei às 7 da manhã para ir às Finanças e se para resolver algo relacionado com finanças num futuro eu tiver de passar pelo que passei hoje, bem, alguém vai presa por fugir ao fisco.

Fila, como é óbvio já estava pronta. Nem era assim tão grande, umas 30 pessoas à minha frente e é na fila que tudo começa porque a Fiona e o Shrek decidiram que hoje seria um bom dia para ir à Loja do Cidadão aterrorizar os aldeões.

Este casal MUITO amoroso decidiu trazer os seus problemas matrimoniais para a fila da Loja do Cidadão e pelos vistos o homem não faz nada o dia todo, só bebe e a mulher tem de trabalhar como uma escrava e mal conseguem pagar as dívidas e para finalizar a conversa ROMÂNTICA, o homem atira com "Mais vale não pagar as dívidas e ir preso do que te aturar, ó chata.".

O amor está vivo entre nós! ... And can you feel the love tonight?

 

Finalmente a loja do cidadão abriu e lá íamos nós todos contentes a entrar quando o segurança manda fazer duas filas, a da direita para a Segurança Social e a da esquerda para outros serviços. De referir que o segurança gritou mais de uma vez esta informação e coisas que estavam à minha frente não devem ter percebido, porque enfiaram-se na fila da direita e quando chegaram lá à frente foram informadas que estavam na fila errada porque não queriam ir para a Segurança Social, mas sim para as Finanças.

Conclusão, começaram com uma manobra de wrestling a tentar passar à frente de quem tinha ouvido a informação correctamente e estava na fila certa. 

O segurança chamou-as à atenção e de repente a Loja do Cidadão virou Mercado do Bolhão com duas enguias aos berros. Muita discussão se passou e muitas pessoas passaram à frente delas, quando bastava boa educação e calma para lhes terem dado lugar na fila.

Para terem uma ideia, eu fiquei com o número 19 e as enguias ficaram com os números 57/58. Tudo por falta de boa educação e calma!

 

Veio a espera e eu estava calma, com tempo e com o meu telemóvel e fones. Decidi ver um episódio na Netflix e a série escolhida foi "Jane, The Virgin" e lá estava eu a meio do piloto quando reparo que uma menina pequenina estava a olhar para o meu telemóvel, eu sorri para ela porque até gosto de crianças e ela não estava a fazer mal nenhum... por enquanto.

A criança não retribuiu o sorriso e ficou a olhar para o meu telemóvel quando de repente se lembra de tentar pegar nele e aí a coisa ficou negra. Continuava com tentativas para me tirar o telemóvel da mão e não parava. O seu paizinho estava ao lado dela impávido e sereno. Já farta daquilo, levantei-me e sentei-me noutra cadeira. A criança ficou a olhar para mim e foi aí que percebi que tenho queda para encontrar miúdos possuídos pelo demo!

Não saio mais de casa sem um terço!

 

Quase quase a chegar o meu número e como é óbvio foi-me guardado o melhor para o fim. Basicamente estava eu a continuar a ver o episódio quando sinto um peso no meu ombro e quando olho para o lado era uma senhora que tinha acabado de adormecer ou falecer no meu ombro. 

A questão é, então a mulher nem um sumo me paga e já estava com aquelas intimidades?! Não gostei. Fiz um movimento leve e a senhora acordou. Pediu-me desculpa, vá lá. 

Senha 19 e lá fui eu.

 

Vim para casa no fim e quando cheguei fiz o meu pequeno almoço com um bom café, croissants e sumo de pêra e pois claro, tive de entornar tudo pela cama fora, lençóis claros, capa de edredão branca e até pela roupa que tinha vestida.

Tive de mudar a roupa da cama, COM ESTE CALOR! Não comi nada de jeito do meu pequeno almoço, DELICIOSO! Acabei por tomar um banho forçado de água fria em negação sobre o meu dia estar a CORRER TÃO BEM!

 

Por agora limito-me a ficar por casa e a tentar não me mexer muito porque algo me diz que o meu dia não vai ficar por aqui...

 

A Hipster Chique

18 comentários

Comentar post