Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Hipster Chique

As trivialidades de uma geek, talvez um pouco hipster, com algum sentido de humor e criatividade q.b..

A Hipster Chique

As trivialidades de uma geek, talvez um pouco hipster, com algum sentido de humor e criatividade q.b..

Qua | 31.05.17

#dia 137 - Reuniões de condomínio, opiniões e covfefe

O post de hoje vai reunir certas e determinadas coisas que vi durante o dia e que achei dignas de serem partilhadas. Estando numa altura de estudo, final de ano com amigas frequências, primos trabalhos e irmãos exames alguns dos meus próximos post serão um pouco mais curtos. Contudo, o seu conteúdo continuará o mesmo de sempre, maravilhas escritas com muita atenção, amor e um unicórnio.

 

Houve reunião de condomínio num prédio aqui perto e podia ver-se o anúncio da mesma na entrada do prédio. Quando passei pela primeira vez apenas o anúncio me chamou a atenção, mas quando estava a voltar vi a dita reunião. E o que tinha de tão invulgar esta reunião? Simples, tinha pessoas, sentadas no chão com computadores, outras em pé e estavam no corredor de entrada do prédio. Um corredor minúsculo com umas 20 pessoas a ter uma reunião de condomínio. Talvez um dos principais assuntos fosse a criação de um local para as reuniões... ou podiam ir para casa de uma das 20 pessoas. Preguiça ou estupidez??

 

Sentada a comer numa esplanada e ouço isto "O Trump mereceu ganhar. É um excelente homem de negócios e vai levar a América para a frente.".

Cerimónia fúnebre na segunda porque é difícil fazer a autópsia de um corpo tão degradado.

 

Opiniões... Covfefe!

 

A Hipster Chique

 

 

 

 

Ter | 30.05.17

#dia 136 - O conto d'A cueca cor-de-rosa

Esta terça-feira chegou e eu quero trazer-vos uma história que ainda me assombra durante as noites frias desta Primavera que sabe a Verão.

Esta história é como um conto, baseado em factos reais. Basicamente tudo são factos reais e isso é o que faz deste conto algo horrorífico.

Este é o conto d'A cueca cor-de-rosa.

 

Era uma vez...

uma menina tímida, vamos chama-lá de Juricide que decidiu ir de férias e ficou em casa de umas pessoas estranhas. Juricide tinha medo de meninos e como tal só quis contacto com a a outra menina que vivia naquela casa.

Tudo assustava Juricide, uma simples porta da rua deixada aberta, o facto de haver meninos que dormiam pela casa e como tal Juricide queria trancar-se no seu quarto temporário. Tal aconteceu.

 

Juricide não sabia falar muito bem o dialecto que se falava por aquelas bandas e a comunicação era pior que na torre de babel.

Poucos dias se passaram e Juricide foi embora, mas por mais estranho que se parecesse, ela queria voltar... e voltou!

 

Passado uma semana Juricide voltou para ficar mais uns dias, mas desta vez vinha com espírito de menina de filme American Pie, já sabia falar o dialecto com tamanha animação e demonstrava o seu interesse pelos meninos presentes na habitação.

Tal era o seu interesse que porta trancada já não era opção para Juricide, não! Agora a desavergonhada, porca badalhoca deixava a porta sem cortina, o que deixava ver tudo para dentro e fazia pose de menina que quer ser pintada como uma das meninas francesas dos meninos lá de casa.

 

Como tal não surgiu efeito, Juricide deve ter pensado em algo mais...

Numa noite quente de Verão algo muito horrível estaria para acontecer. A medo os habitantes daquela casa dirigiram-se à casa de banho e constataram o pior...

Havia uma cueca cor-de-rosa no topo do cesto da roupa suja... com aspecto de ter sido usada! E a cueca, era da Juricide!!

EmZn2Q5M.jpg

 

Até hoje nada mais se ouviu sobre tais habitantes... TAL FOI O CHOQUE POR AQUELA ESTRÔNCIA TER COLOCADO AQUILO ALI! CRUZES! VUDU PELO LOMBO A CIMA QUE NUNCA MAIS SE ENDIREITA! 

 

FIM

 

A Hipster Chique

 

 

Seg | 29.05.17

O Sítio . Capítulo IX

CAPÍTULO I   CAPÍTULO II   CAPÍTULO III   CAPÍTULO IV   CAPÍTULO V   CAPÍTULO VI   CAPÍTULO VII   CAPÍTULO VIII

 

 

CAPÍTULO, O NONO

 

 

 

... quando cheguei à parte onde dizia "Suspeitos de Cria" e o único nome que encontrei foi...

Carolina Banana.

 

Imediatamente troquei olhares com o Hugo e a sua cara de choque confirmava que eu não estava a ler mal. A Carolina Banana era a suspeita que o O.P.I.M. tinha de ser a cria da Princesa Maionese e pensando bem, até tinha a sua lógica.

A Carolina vem de uma família onde ter filhos e desconhecer a identidade da progenitora era recorrente, o seu avô ia para o seu 23º filho e continuamos sem saber quem são as mães deles todos. Nunca ouvimos falar da mãe dela e todo aquele comportamento de ave rara coincidia com a loucura da Princesa Maionese. 

Comecei a pensei que talvez o O.P.I.M. estivesse numa boa direcção.

Com esta brincadeira do O.P.I.M reparei nas horas e já era Domingo de manhã, passei a noite acordada e nem ponta de cansaço, talvez porque a adrenalina não o permitia. Fui então falar com o Tobias sobre o que poderia fazer para ajudar e o Hugo foi ter com o Agente Vasco para tentar algo mais do que recolher informações e ajudar. O Hugo e hormonas nunca funcionaram bem e eu culpo aquela injecção dos Galos para ficarem com a alergia aos cachecóis dos Borboletas.

 

Assim que cheguei perto do Tobias a sua cara parecia diferente. Ele estava a sorrir, algo que nunca tinha visto e que começava a gostar, talvez por estar no ambiente dele, ele sentia-se mais à vontade. Até a voz mudou...

"Olá Jessyca, então que achaste disto tudo? Estás mesmo disposta a ajudar-nos?"

"Estou sim. Ainda estou a tentar entender tudo o que se está a passar, mas quero mesmo ajudar-vos. Mas há algo que te queria falar, porque acho que sei por onde podemos começar em relação à vossa suspeita de cria.", disse eu.

"A Carolina Banana. Temos fortes indícios que indicam que poderá ser ela. Não se sabe quem é a mãe e poucos registos há dela em pequena. Tentei uma aproximação, mas os comportamentos dela assustam-me. Mas fala-me dessa tua ideia.", disse o Tobias.

"A Carolina todos os dias de manhã vai tomar o seu pequeno-almoço ao Café do Xavier e talvez eu possa lá aparecer e tentar falar com ela. A partir daí podem segui-la. Que achas?", perguntei eu.

"Acho uma óptima ideia e não te põe em risco, o que me importa. Vou reunir a equipa e saímos dentro de 10 minutos.", respondeu o Tobias.

Finalmente íamos ter acção.

 

O Tobias, a Ema, o Hugo, o Agente Vasco e o Agente Quintas encontraram-se comigo à entrada da O.P.I.M. e lá fomos todos em direcção ao Café do Xavier.

O Hugo contou-me pelo caminho que tinha estado na conversa com o Vasco e que este vinha de uma família real e das mais importantes do Mundo, a família real Ipicanga que descendiam dos oompa-loompas e que tinham como animal real, o abutre. O nome verdadeiro do Agente Vasco era, Príncipe Vasco Terço Ipicanga, o 3/4 e o Hugo estava a ficar fascinado com a ideia de poder vir a ser namorado de um príncipe.

Chegamos ao Café do Xavier e lá estava a Banana a comer o seu Muffin sem lactose, sem glúten, sem açúcar e sem carbonatos e o seu café preto com gotas de gasolina. Eu entrei e o restante grupo ficou na esplanada a fingir ser um grupo de estudo.

Vou em direcção à Carolina e antes de abrir a boca a vaca amestrada mugiu...

"Não sei o que queres ou o que pensas que vens fazer, mas afasta-te que não quero apanhar carrapatos teus."

"Te garanto que não irás apanhar nada meu. Apenas queria falar contigo. É possível? É rápido, prometo não incomodar muito.", disse eu, com muita paciência.

"5 minutos, a contar e senta-te a uma distância respeitável.", mugiu a Banana outra vez.

"Soube que o teu pai está desaparecido. É verdade?", perguntei eu.

"Sim, é. Não sei nada dele há uns dias, mas ele por vezes costuma desaparecer, não é nada de novo.", respondeu a Banana.

"Os meus pais desapareceram também e acho que a polícia tem teorias sobre um rapto conjunto de alguns dos habitantes aqui do Sítio.", disse eu.

"Isso faria com que a minha família fosse de alguma maneira parecida com a tua, o que não é. E os teus 5 minutos acabaram. Adeus!", disse a Banana.

E a conversa acabou mesmo por ali. A Carolina levantou-se e saiu porta fora.

Pouco ou nada tinha conseguido da nossa conversa, apenas que o pai dela desaparecia por vezes e isso podia ser uma pista. Talvez ele já tivesse esse hábito antes e fosse ele o Príncipe viajante que engravidou a Princesa Maionese. Agora era trabalho para os agentes, segui-la e tentar ver se conseguíamos informações extra.

 

Horas depois e ainda andávamos às voltas pelo Sítio entre botiques e lojas e muitas paragens para selfies. Acabamos por segui-la de volta para sua casa e ficámos de vigia durante algum tempo.

De repente um zumbido muito forte começa a ouvir-se no ar vindo da casa dos Banana e o Tobias entrou em alerta...

"Este som! É o aviso da Princesa Maionese. Vasco, Quintas vamos entrar. Não podemos deixar a Maionese chegar perto da suspeita!".

E lá foram eles, deixando-me a mim, à Ema e ao Hugo atrás das grades do portão da casa dos Banana. Entraram na casa e segundos depois uma luz forte azul sai pelas janelas e portas. Ouvimos um grito e esperamos um pouco. O Tobias, o Vasco e o Quintas saíram da casa sem a Carolina e um pouco atordoados. Fomos ao encontro deles e a Ema chamou reforços.

Um carro do O.P.I.M. chegou em minutos perto de nós e já em viagem percebemos que a Carolina tinha sido levada pelo foco de luz e que eles nada conseguiram fazer.

 

Chegamos à HQ e o Tobias dirigiu-se ao Capitão Douradinho Tio Viagem e ainda um pouco abalado e nervoso disse...

"Ela só podia saber da nossa missão. Temos mantido em segredo a identidade da suspeita e temos vigiado os computadores e informações que a Princesa Maionese tem e não há nada sobre a Carolina.".

"O que estás a querer dizer Tobias?", perguntou o Capitão.

"Estou a querer dizer que há um traidor entre nós. Alguém anda a passar informações confidenciais à Princesa Maionese!", respondeu o Tobias.

 

Houve um silêncio e todos olharam uns para os outros. Havia um traidor entre nós e a Princesa Maionese estava agora um passo à nossa frente.

 

CAPÍTULO X   CAPÍTULO XI

 

O SÍTIO.jpg

 

 

(Esta é uma série que comecei a escrever há pouco tempo e aqui está o nono capítulo. Link dos primeiros capítulos no inicio. Hei-de escrever todas as semanas, mas caso tenham sugestões para esta minha pequena história, por favor, contribuam, com pequenas ideias, capítulos, entre outros. Escrevam comigo ou deixem-me escrever para vocês, que acham?!)

Seg | 29.05.17

#dia 135 - Favoritos de Maio

Estamos quase no fim do mês de Maio e por mim passaram muitos favoritos que vos quero aqui apresentar. Acabo sempre por referenciar alguns em posts antigos, mas neste post falo dos meus favoritos de uma maneira mais completa.

Espero que gostem dos meus favoritos de Maio:

 

 

  • "Sugg Life" T-shirt

Merch dos irmãos Sugg (Zoe e Joe Sugg), um t-shirt confortável e principalmente lindíssima. À venda na The Creator Store juntamente com muitos mais artigos de outros youtubers. O pagamento é simples e enviam muito rápido. Cerca de 16€.

IMG_2192.jpg

 

  • Pop-Socket do PointlessBlog

Outro produto da The Creator Store, do Youtuber britânico Alfie Deyes. Algo que sempre vi várias pessoas usarem, mas nunca dei valor até experimentar. Dá muito jeito e não levamos com o telemóvel na tromba quando o seguramos deitados. Cerca de 9€.

Gfd4-qgE.jpg

 

  • Botins Forever 21

Já tenho uns botins que comprei na Forever 21 há uns bons meses, mas continuam a ser dos meus favoritos para todas as ocasiões. Dão um óptimo andar e mesmo não sendo de uma grande marca, duram bastante. Uso para uma saída ou para uso casual. Custaram cerca de 35€.

IMG_2193.jpg

 

  • Máscara Capilar

Sempre tive grande dificuldade em arranjar uma boa máscara capilar para o meu cabelo, que é forte, oleoso e difícil de pentear. A minha mãe ofereceu-me esta máscara e tem sido uma maravilha. Uso depois de tomar banho e já não arranco 50% do cabelo a pentear e o cabelo mantêm-se muito mais brilhante. Da Rizzola, R-Complex com um custo de 28€.

IMG_2195.jpg

 

  • iPad Mini

Sempre fui fã de tecnologia, já tive vários tablets mas este iPad Mini tem sido o melhor. Uso para o blog, outras escritas e sem dúvida é muito mais cómodo. Sempre preferi iPads de tamanho normal, mas este é sem dúvida dos melhores que já tive.

IMG_2196.jpg

 

  • Garrafa luminosa

Eu adoro os produtos da loja Family Shop e numa última ida encontrei esta garrafa com luz que tem feito do meu canto um lugar um pouco mais bonito. Foi baratíssimo e há em várias cores. Tem sempre umas frases engraçadas, mas eu gosto mesmo é do efeito que dá à noite.

IMG_2198.jpg

 

  • Gel de banho de Romã

Ando há uns dois meses a usar um novo produto da Johnson's e fiquei fã. Desde banho de espuma a duche, tenho usado este gel de banho de romã e só não como a pele porque canibalismo ainda não está na moda e eu não gosto de começar trends.

É um pouco caro, mas como dura bastante tempo chega a compensar. Outro gel de banho da mesma marca e que tem o mesmo efeito é o de maças verdes.

IMG_2199.jpg

 

  • The Sims 4

Acho que toda a gente ou quase toda a gente conhece o jogo The Sims e ultimamente tenho andado a jogar para relaxar e faz o seu efeito muito bem. Quantas mansões já construi e outra boa terapia é fazeres personagens de jogo inspiradas em pessoas que não gostas e dar-lhes vidas miseráveis no jogo.

1015806_LB_231x326_en_US_^_2014-05-29-11-23-54_11f

 

Digam a vossa opinião e falem também dos vosso favoritos deste mês.

 

A Hipster Chique

Dom | 28.05.17

#dia 134 - Domingo, again...

Outra vez outra seca de dia, que nunca consigo perceber ao certo o que devo fazer. O tempo anda com os copos há tanto tempo que alguém devia falar com os AA's para possível ingresso.

Eu só quis dormir, jogar The Sims 4, comer e dormir. 

Amanhã volto mais animada, sabem porquê? Porque não vai ser DOMINGO!

 

P.S. Há momentos mensais na vida de uma mulher que faz com que posts destes aconteçam. Lidem com isso da melhor maneira possível.

Sab | 27.05.17

#dia 133 - A complexidade das mensagens de texto

Este post é apenas informativo, pois eu não sou ninguém para criticar cada caso que vou aqui referir porque praticamente me enquadro em cada um, às vezes vá.

Eu andei a fazer uma pequena reciclagem nas minhas mensagens de texto e encontrei-me com cada situação que não podia fazer muito mais, a não ser partilha-las. Vou separa-las em tipos e grupos e acredito que muitos de vocês são culpados por alguns deles...

 

 

TRADUÇÃO POR FAVOR

Aqui consigo enquadrar erros ortográficos, siglas ou "papa letras"...

EU: "Olá, tudo bem?"

COISA: "Olá, td e ctg? Q ands a fzr?"

Nem é assim algo tão grave, mas a mim faz-me confusão. Pobres letras, que lhes fizeste? Estás assim com tanta preguiça para falar comigo? Isso é uma indirecta? Algo que pode acontecer depois de mensagens deste género é uma viagem ao Google Tradutor para tentar perceber de que língua se trata.

COISA: "Xabs k dia é oje? vai avr fexta na associaxao e pudiamus ir todux. bota? a xerveza vai tr bue brta."

Ah? O quê? Alguém teve um ataque de pânico a ler isto? Eu tive... vários! O "k" e o "x" raramente passa, mas o resto é demais. Esta pessoa não levou resposta porque no fundo só queria insulta-la e também na altura o meu cérebro desistiu de tentar perceber porque me dou com tal gente.

 

 

AOS PINGOS

Este é daqueles tipos de pessoas que mais me irrita de falar, porque em primeiro fazem o meu telemóvel parecer que está a ter ataques convulsivos de tanta vibração e segundo porque fico logo a pensar que o fim do mundo está perto porque parece sempre uma mensagem de urgência, mas não... é isto...

COISA: "Hey"

             "queres"

             "ir"

             "ao cinema"

             "?"

             ":)"

EU: "Não."

COISA: "Eu"

             "pago"

             "anda"

             "lá"

EU: "Estou pronta às 20h. Não mandes mais mensagens!"

Sem 

julgamentos

por 

favor!

 

 

ATAQUE NERVOSO

Já receberam (ou mandaram) aquelas mensagens que parecem que vos gritam na cara em qualquer assunto? Eu não sei se já mandei, mas sei que já recebi várias. Aliás, tenho uma amiga que me manda sempre mensagens deste género e eu não vejo o dia em que ela vai estar miserável e triste... ou que o caps lock do telemóvel deixe de funcionar...

EU: "Olá"

COISA: "OLAAAA!! OH MEU DEUSSS!! HÁ TANTO TEMPO, COMO ESTÁS??!! :D :D :D :D :D :D :D"

(fez apenas 24 horas desde a última vez que falamos)

EU: "Tudo bem e tu?"

COISA: "ESTOU TÃOOO BEM! TEMOS DE COMBINAR ALGOOO! :D :D :D"

 

 

AUTO-CORRETOR

O nosso inimigo número um nas mensagens e que por algum motivo nos leva toda a inteligência, paciência, calma e concentração. Claro que já todos aqui, como eu, utilizamos a desculpa do auto-corretor quando mandamos mensagem para aquele especial e não recebemos o que queríamos:

EU: "És tão lindo. Queres sair comigo?"

COISA LINDA: "Ah, desculpa. Mas gosto de outra pessoa."

EU: "Desculpa HAHAHAHA. Oh meu deus. Foi o auto-corretor. O que queria dizer é "És tão bem educado. Obrigada por me emprestares os resumos da aula."

Quem nunca, certo? Certo?

Mas às vezes a coisa corre de forma ainda mais estúpida...

EU: "Olá. Já tens os pénis lavados?

       "*pénis"

       "*pénis"

       "Oh meu deus, *pénis"

       "*TÉNIS!"

       "Auto-corretor é estúpido!"

Sim, o "auto-corretor" é que é estúpido...

 

Como podem ver, o mundo das mensagens de texto são de uma complexidade extrema!

 

A Hipster Chique

Sex | 26.05.17

#dia 132 - DC Seasons Finale: Arrow, The Flash e Supergirl

Às vezes tenho de fazer posts deste género, só porque me faz bem e porque sou viciada e porque QUERO! 

Esta semana acabou e com ela também as recentes temporadas de três meninas bonitas do Universo DC e do canal The CW., Arrow, The Flash e Supergirl.

Visto terem sido tão boas e terem deixado tanto para adivinhar, vou partilhar o meu resumo da season finale, a minha opinião, as minhas teorias das próximas temporadas e com isto claro que vão vir vários spoilers. Caso ainda não tenham visto e não querem levar com spoilers, parem de ler imediatamente. 

Caso já tenham visto, partilhem as vossas opiniões comigo.

Vamos por ordem...

 

SUPERGIRL

18700342_286113361799355_4272687051304568854_n.jpg

Tenho de falar algo antes da análise...

Foi a primeira season finale que vi e já percebi que veio para ficar. Supergirl acabou a sua segunda temporada e já foi renovada para uma terceira. Em primeiro é de se evidenciar o facto de ser uma série que dá relevo ao girl power, não só pela heroína que dá nome à série. Temos personagens como Cat Grant, uma mulher de negócios de sucesso que não tem medo de nada e uma mulher no meio de uma agência militar secreta, governada por homens, onde consegue ser tão boa ou melhor que eles.

Outro factor que leva esta série a ser uma das melhores é a diversidade. Supergirl retrata assuntos como LGBT e o facto de que ser diferente não é algo mau ou algo a temer.

A irmã da Supergirl/Kara Denvers, Alex Denvers passa por uma fase de descoberta, tanto a nível sexual como a nível pessoal e todo o assunto que rodeia a sua "saída do armário" é levado com leveza, respeito e carinho, o que deveria ser tomado como exemplo nos dias de hoje.

Também podemos falar da personagem de Winn, que se apaixonou por uma alien que tem aspecto diferente dos humanos, o que não o levou a um afastamento só por ela ser diferente. Bem pelo contrário, foi a diferença dela que o fez lutar pelo amor dos dois e isso traduzido para o mundo real pode ser algo que todos devemos tomar também como exemplo. 

Mas agora, directamente à season finale...

Confesso que houve algumas partes do episódio que achei um poucos chatas, contudo, foram ultrapassadas com os momentos de acção e decisão.

O regresso de Cat Grant foi algo há muito tempo esperado pelos fãs e finalmente aconteceu, dando à final um brilho especial. Finalmente ficamos a saber que Cat sempre soube que a Supergirl era a Kara e que continua a fazer disso um mistério para os restantes.

Meghan voltou para ajudar J'onn e penso que irá ficar até à terceira temporada, não só como marciana branca que quer mudar o mundo, mas também como interesse amoroso do nosso marciano verde favorito.

Lena Luthor é das personagens que mais gostaria de ver crescer, porém fico sempre de pé atrás pois não sei até que ponto ela é mesmo uma das boas da fita, visto que tanto a sua mãe como o seu irmão, Lex Luthor, são vilões que só pensam no poder. Espero que possam trazer mais dela na próxima temporada e que finalmente a Kara lhe conte a verdade e lhe diga que é a Supergirl. Além disso, tenho um certo interesse em vê-la como um possível futuro interesse romântico no Winn.

A invasão Daxamita que se dá nesta season finale finalmente acabou com a morte da Rhea, mas com isso veio o "desaparecimento" de Mon-El, que ficou afectado pela injecção de chumbo na atmosfera. A despedida de Mon-El e da Supergirl foi das cenas mais emotivas da série e gostava que ele voltasse para a terceira temporada. É uma personagem leve e que traz humor à série.

Alex e Maggie parece que são dos casais que estão com melhor sorte. Perto do fim podemos ver um pedido de casamento por parte da Alex e um sorriso que podia adivinhar um "sim" por parte da Maggie, mas que talvez só iremos descobrir o que realmente se irá passar na terceira temporada.

O Superman faz uma pequena aparição nesta season finale, lutando lado a lado com Mon-El, Kara e J'onn contra os daxamitas. Não vai embora sem um pedaço de conselho para a sua prima Supergirl e penso que não será mais do que uma personagem convidada em alguns episódios, sem grande relevo.

Tudo acaba com a Supergirl a voar no céu, Mon-El a ser engolido por um buraco de luz e ao que parece a descoberta de que para além de Kara e Clark, também outro alguém foi enviado para o planeta Terra, vindo de Krypton.

Teorias na minha cabeça falam de Doomsday ou Superboy. Outra das minhas teorias falam da virada para o mal de Lena Luthor assim que descobre que Kara lhe escondeu este tempo todo que é a Supergirl e que talvez venhamos a conhecer a morte de uma das personagens principais e as minhas apostas vão para James, o que de momento acho ser uma personagem descartável.

 

 

THE FLASH

18199381_1387337154691917_4686387581183539052_n.jp

The Flash vai na sua terceira temporada e foi renovada para uma quarta.

O homem mais veloz do mundo, realmente é o mais veloz do mundo, algo que começava a ser uma desconfiança forte depois de Reverse Flash e Zoom, mas com a descoberta de que Savitar, o Deus da velocidade, é nada mais nada menos que o próprio Barry Allen isso mudou. Bem, mais propriamente uma cópia de velocidade de Barry Allen que veio do futuro.

Nesta season finale houve de tudo...

Após a descoberta de que Savitar era uma cópia de velocidade do Barry, tentar impedi-lo de matar Iris era a missão para o Team Flash e mesmo após muito cuidado e preparação no fim do penúltimo episódio podemos mesmo assistir à morte de Iris, mas... a Iris não morre. 

Quem morreu foi mesmo o HR que usou a caneta da Terra 19 para se transformar na Iris e assim enganar Savitar. Num flashback podemos ver que nada houve a fazer por parte dela, para impedir que tal acontecesse.

HR morre, Iris vive e os planos de Savitar começam a correr mal. Tenta usar os conhecimentos de Killer Frost/Caitlin e Vibe/Cisco para transformar a Speed Force Bazuca em algo que pudesse evitar que fosse apagado do tempo. Os planos correm mal e após a aparição de Gipsy a equipa monta um plano para derrotar Savitar de vez e curar Caitlin de ser Killer Frost, após Julian ter conseguido encontrar a cura.

No fim temos então uma equipa completa com Barry Allen/The Flash, Wally West/Kid Flash, Jay Garrick/The Flash Earth-3, Gipsy e Cisco/Vibe. 

Após uma luta e uns efeitos especiais do melhor que já vi em séries de super heróis (a luta do Flash com o Savitar está QUALQUER COISA!!) temos a derrota de Savitar, a vitória de Barry/The Flash e o "regresso" de Caitlin quando decide salvar a vida de Cisco. Num último suspiro Savitar tenta ainda matar Barry, mas é morto por um tiro de Iris.

Há uma cena muito emotiva do funeral de HR, com um discurso lindíssimo de Iris e umas palavras queridas de todos os outros. Caitlin volta num estado mais normal, mas recusa-se a tomar a cura e a voltar para o Team Flash, pois quer descobri quem é sem ser Killer Frost ou Caitlin Snow. O que parece uma saída, espero que seja um regresso para uma quarta temporada!

Tudo parece estar bem, mas claro, a Speed Force entra em acção e quer levar Barry de volta para substituir Jay Garrick que até então estaria preso lá. O episódio acaba com Barry a entrar num buraco de luz com a sua falecida mãe.

Teorias falam no buraco que Mon-El de Supergirl entrou ter sido causado pelo incidente da Speed Force no Universo do Barry e sendo assim, podemos vir a ter um cross-over bem interessante. Gostaria também de saber como vão resolver a questão da Speed Force, pois é necessário estar sempre lá um Velocista. Como poderá Barry voltar?

Também acho que iremos ver DeVoe como novo vilão da quarta temporada, pois o Savitar falou dele e isso sim seria um vilão interessante e pelo menos diríamos adeus por enquanto a vilões que usam a super-velocidade. 

 

 

ARROW

14370330_761761110628590_2278184941517683334_n.jpg

You failed this city...

 

Arrow foi renovada para uma sexta temporada e digo-vos que para mim foi uma grande surpresa pois era a única série deste universo que achei que iria ter o seu fim nesta temporada. E porquê?

Porque Oliver esteve preso na ilha Lian-Yu por cinco anos e isso quer dizer cinco anos de flash-backs que acompanhavam o seu dia-a-dia no presente. Com o fim da sua aventura durante os cinco anos que esteve desaparecido achei que também a série teria o seu fim porque perdia uma parte importante do seu conteúdo, os flash-backs do passado de Oliver. Parece que não e estou também contente e na expectativa para ver como irá tudo correr na próxima temporada. Principalmente com o fim desta...

Com Adrian Chase/Prometheus solto e após o rapto por parte do mesmo de toda a Team Arrow, William, filho do Oliver e a mãe do menino, só podíamos esperar uma season finale daquelas. E os escritores não nos deixaram mal.

Prometheus levou todos para a ilha Lian-Yu que foi onde Oliver passou a maior parte do seu tempo naufragado e chamou a atenção do mesmo para essa ilha.

Oliver teve de reunir uma equipa improvável, com Malcolm Merlyn, Slade Wilson, Nyssa Al'Ghul e Digger Harkness. O último acabou por traí-lo, Malcolm Merlyn por sacrificar a sua vida pela sua filha, a irmã de Oliver, Thea, enquanto Nyssa Al'Ghul e Slade Wilson lutaram ao lado do arqueiro e juntaram-se à Team Arrow nunca tentativa de tirar toda a gente da ilha.

Isto deixou Oliver encarregue de Adrian Chase, que ainda estava em posse do seu filho William. 

A ilha estava coberta por centenas de explosivos e se Adrian Chase fosse morto, toda a ilha ia pelos ares juntamente com a Team Arrow que até ao fim do episódio tinha falhado nas tentativas de saída da ilha, muito por causa do plano bem delineado por Chase.

No fim do episódio podemos ver Oliver num barco, com Chase e o seu filho. Oliver consegue abraçar o seu filho após atirar uma seta à perna de Chase, mas não consegue evitar que o mesmo se suicide rebentando assim toda a ilha de Lian-Yu deixando em branco o futuro da Team Arrow.

Para mim esta foi uma das melhores finais pura e simplesmente porque poucas respostas e teorias, para não dizer nenhumas, me deixou. Não sei como vão fazer e espero com ansiedade. 

Porém gostava de ver como seria o futuro de Oliver se a mãe do seu filho estivesse morta.

 

Agora, só mesmo esperar por Setembro e construir teorias doidas ao longo do Verão.

Já agora, foi confirmado um cross-over pelas quatro séries DC, estas três mais Legends Of Tomorrow e eu não poderia estar mais satisfeita. Venham elas!

 

A Hipster Chique

 

 

Qui | 25.05.17

#dia 131 - Quatro! Quatro da manhã!!

O que quero dizer quando escrevo no título "quatro da manhã"? Pode ser as horas a que me deito ou as horas a que vou mandar a cadela pela janela.

Pista: é a segunda opção!

Eu primeiro deixem-me lembrar o animal em questão:

evYTIYnB.jpg

Fofinha e com cara de anjinho, certo? ERRADO!

 

Eu sou um pouco a dona adoptiva e durante esta semana esta coisinha, chamada Kika aka Gremlin, está um pouco à minha responsabilidade e na segunda noite começou a tornar difícil a tarefa de a entregar são e salva à dona.

Porquê? Boa pergunta.

 

Podemos começar pelo simples facto de lhe ter preparado uma cama de almofadas, toda fofa no chão e mesmo assim as MINHAS almofadas lhe parecerem muito mais apelativas. Eu saio do quarto por 30 segundos e ela aterra nas minhas almofadas, o sítio onde deito a minha cabeça.

O que até poderia ser algo querido de se ver, por vezes apenas é estranho. Por exemplo:

vAYUHGu8.jpg

E isto foi assim durante 3 horas! Nesta posição SUPER confortável, a roncar e a rosnar-me cada vez que tentava retira-la dali ou ajeitar uma almofada.

E agora acabo com o tema principal, as quatro da manhã!

 

Na segunda noite estava eu a dormir um sono tão bom, tão confortável e como estava calor o meu corpo decidiu apenas usar uns calções e um mini top, o que deixou muita pele à mostra. E isto é informação importante porque às quatro da manhã eu sinto algo a subir para a minha cama e a fazer-me uma esfoliação desde a palma do pé até à minha cara. Como é óbvio não estava a sonhar que o Grant Gustin estava a fazer uma tentativa de termos uma noite de amor ardente, não, era a cadela!

Eu virei a cara, ainda em negação e senti umas patinhas pequeninas nas minhas costas e outra vez uma língua na face. Ao mesmo tempo sentia um pequeno vento no rabo feito pela cauda peluda da bicha.

Assim que olhei para ela estava aquela coisinha a abanar a cauda, com o peluche roto na boca e doida por atenção e brincadeira... ÀS QUATRO DA MANHÃ!!

 

Levou com um grito e nada. Meti a cadela na cama dela e tornou a subir, isto durante três vezes seguidas. Dei outro grito. Lá ficou e eu a pensar que podia dormir em paz... ingenuidade no seu máximo!

Estava eu a tentar entrar na terra dos sonhos outra vez e começo a ouvir um barulho estranho, olhei para o fundo da cama e era o gremlin com a patas na cama a tentar lamber os meus pés.

Desisti... brinquei uns 5 minutos e claro, trovoada! E a cadela como é óbvio teve de rosnar para a trovoada e ali fiquei eu sentada a olhar para um animal enfurecido com a meteorologia. Adormeci uma hora depois e quando acordei adivinhem quem não quis ir à rua às oito da manhã porque estava a dormir ferrada?? Não eu...

 

Foi mais uma vez que ela realizou o truque "finge de morta" porque não queria ir à rua porque dormir é melhor.

 

A Hipster Chique

Qua | 24.05.17

#dia 130 - Há com cada dia estúpido...

Eu dizia que já tinha visto (quase) tudo, pelo menos pensava eu, mas a cada dia que passa e a cada situação vivida a minha opinião muda. Talvez ainda haja, infelizmente, muito para ver...

Hoje foi um daqueles dias em que passei por algumas situações caricatas que parecem não ter fim. Ainda vamos a meio do dia e limito-me a ficar por casa, porque como isto está, se me atrevo a sair à rua ainda me nasce um tronco no ombro ou uma fada rouba-me a carteira.

 

Comecemos pelo melhor, hoje acordei às 7 da manhã para ir às Finanças e se para resolver algo relacionado com finanças num futuro eu tiver de passar pelo que passei hoje, bem, alguém vai presa por fugir ao fisco.

Fila, como é óbvio já estava pronta. Nem era assim tão grande, umas 30 pessoas à minha frente e é na fila que tudo começa porque a Fiona e o Shrek decidiram que hoje seria um bom dia para ir à Loja do Cidadão aterrorizar os aldeões.

Este casal MUITO amoroso decidiu trazer os seus problemas matrimoniais para a fila da Loja do Cidadão e pelos vistos o homem não faz nada o dia todo, só bebe e a mulher tem de trabalhar como uma escrava e mal conseguem pagar as dívidas e para finalizar a conversa ROMÂNTICA, o homem atira com "Mais vale não pagar as dívidas e ir preso do que te aturar, ó chata.".

O amor está vivo entre nós! ... And can you feel the love tonight?

 

Finalmente a loja do cidadão abriu e lá íamos nós todos contentes a entrar quando o segurança manda fazer duas filas, a da direita para a Segurança Social e a da esquerda para outros serviços. De referir que o segurança gritou mais de uma vez esta informação e coisas que estavam à minha frente não devem ter percebido, porque enfiaram-se na fila da direita e quando chegaram lá à frente foram informadas que estavam na fila errada porque não queriam ir para a Segurança Social, mas sim para as Finanças.

Conclusão, começaram com uma manobra de wrestling a tentar passar à frente de quem tinha ouvido a informação correctamente e estava na fila certa. 

O segurança chamou-as à atenção e de repente a Loja do Cidadão virou Mercado do Bolhão com duas enguias aos berros. Muita discussão se passou e muitas pessoas passaram à frente delas, quando bastava boa educação e calma para lhes terem dado lugar na fila.

Para terem uma ideia, eu fiquei com o número 19 e as enguias ficaram com os números 57/58. Tudo por falta de boa educação e calma!

 

Veio a espera e eu estava calma, com tempo e com o meu telemóvel e fones. Decidi ver um episódio na Netflix e a série escolhida foi "Jane, The Virgin" e lá estava eu a meio do piloto quando reparo que uma menina pequenina estava a olhar para o meu telemóvel, eu sorri para ela porque até gosto de crianças e ela não estava a fazer mal nenhum... por enquanto.

A criança não retribuiu o sorriso e ficou a olhar para o meu telemóvel quando de repente se lembra de tentar pegar nele e aí a coisa ficou negra. Continuava com tentativas para me tirar o telemóvel da mão e não parava. O seu paizinho estava ao lado dela impávido e sereno. Já farta daquilo, levantei-me e sentei-me noutra cadeira. A criança ficou a olhar para mim e foi aí que percebi que tenho queda para encontrar miúdos possuídos pelo demo!

Não saio mais de casa sem um terço!

 

Quase quase a chegar o meu número e como é óbvio foi-me guardado o melhor para o fim. Basicamente estava eu a continuar a ver o episódio quando sinto um peso no meu ombro e quando olho para o lado era uma senhora que tinha acabado de adormecer ou falecer no meu ombro. 

A questão é, então a mulher nem um sumo me paga e já estava com aquelas intimidades?! Não gostei. Fiz um movimento leve e a senhora acordou. Pediu-me desculpa, vá lá. 

Senha 19 e lá fui eu.

 

Vim para casa no fim e quando cheguei fiz o meu pequeno almoço com um bom café, croissants e sumo de pêra e pois claro, tive de entornar tudo pela cama fora, lençóis claros, capa de edredão branca e até pela roupa que tinha vestida.

Tive de mudar a roupa da cama, COM ESTE CALOR! Não comi nada de jeito do meu pequeno almoço, DELICIOSO! Acabei por tomar um banho forçado de água fria em negação sobre o meu dia estar a CORRER TÃO BEM!

 

Por agora limito-me a ficar por casa e a tentar não me mexer muito porque algo me diz que o meu dia não vai ficar por aqui...

 

A Hipster Chique

Ter | 23.05.17

#dia 129 - Pray for the World

Aconteceu, mais uma vez... a podridão do ser-humano demonstrou ainda estar bem presente entre nós. Nestes últimos dias parece que aconteceu até mais que uma vez. 

Tudo começou ontem à noite quando durante uma visita ao Twitter me dou conta da hashtag #PrayForManchester e após uma pequena investigação vi que se tratava de um possível atentado que aconteceu no Manchester Arena, no fim do concerto da Ariana Grande, onde um bombista suicida fez uma explosão que até ao momento tinha causado 15 mortos e 45 feridos.

Imediatamente pensei que seja lá quem tenha sido o filho da p*ta, o alvo foram em maior parte crianças inocentes que apenas se queriam divertir ao som do seu ídolo num local onde apenas estariam a colectar boas e felizes memórias.

As televisões mostravam o sofrimento, a confusão e o horror. Os números das vitimas aumentavam e a esperança de ter sido um acto isolado e não um acto de terrorismo diminuía. Dizem agora que o Daesh reivindicou o ataque...

Com ou sem Daesh, este foi um atentado à vida humana e não podemos ficar indiferentes.

Hoje os mortos vão em 22, os feridos para mais de 50 e o número de fotografias espalhadas pelo Twitter e outras redes sociais de familiares e amigos que não conseguem encontrar os seus após este terror são cada vez mais.

 

Mais tarde fiquei a saber que também em Marawi houve um ataque de combatentes extremistas a um hospital, onde pelo menos um polícia morreu e em Bangkok, num hospital militar, uma pequena bomba foi lançada fazendo 25 feridos. 

É o mundo em que vivemos.

 

Contudo, como disse, não podemos ficar indiferentes ou parados a olhar. Mesmo que não façamos algo em concreto, algo "físico", podemos pelo menos tentar mudar mentalidades e/ou sermos melhores. Claro que nada muda de um dia para o outro, nem falas bonitas vão fazer uma diferença assim tão grande a nível mundial, mas podem fazer diferença nas nossas vidas ou na vida de alguém. Ajudem se puderem, sejam boas pessoas, falem e tentem fazer a diferença.

Não deixem de ir concertos, de ir passear, de conviver só porque certas pessoas acham que nos podem tirar a simples liberdade que todos temos direito, a liberdade de viver. Nós temos escolha.

 

Eu rezo por todos os que sofrem na mão de pessoas más neste mundo, às vítimas e familiares de Manchester, Marawi, Bangkok, aos que lutam frente a frente com o caos e por todos os que recusam ter medo!

 

Eu escolho ter liberdade, escolho ajudar o próximo, escolho ser melhor e escolho não ter medo!

 

A Hipster Chique

 

Pág. 1/4