Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Hipster Chique

As trivialidades de uma geek, talvez um pouco hipster, com algum sentido de humor e criatividade q.b..

A Hipster Chique

As trivialidades de uma geek, talvez um pouco hipster, com algum sentido de humor e criatividade q.b..

Ter | 31.01.17

#dia 17 - Adolescentes, o antes e o agora

Tenho 25 anos e desde há três anos para cá que tenho convivido com uma adolescente de 14 anos quase todos os dias por várias horas. Depois de ter observado o seu comportamento sozinha e com os seus pares, só posso dizer que estou assustada e em pânico com o futuro destas gerações. 

Se és adolescente ou já passaste por esta fase de hormonas descontroladas e estupidez desmedida sabes que as coisas mudaram. Comecei então a pensar nisso, a observar melhor e decidi tomar nota dessas mudanças e lá vai disto…

 

Castigo

Antes: Atitudes graves ou menos graves tinhas duas opções: chinelo ou cinto. Conclusão, não havia reclamações.

Agora: Um aviso ou uma semana sem um equipamento tecnológico e está feito. Conclusão, viram selvagens mal-educados.

 

Amor

Antes: Antes dos 16/17 anos não havia muito contacto físico, uma dança aqui ou ali, os beijos eram nojentos, os rapazes cheiravam mal e amor de alguém era algo a ser conquistado aos poucos.

Agora: Três palavras, Filme de Terror! Começam logo aos 11/12 anos, beijos é para bebes, quanto menos roupa mais “amor” atraem e já para não falar na prática do coito que passou de ser algo intimo e pessoal para uma competição para ver quem primeiro consegue “perder os três”. Já para não falar em relações românticas, que de romance não tem nada e que a mudança de companheiro/a é feita duas vezes por semana (no mínimo!).

 

Brincadeiras

Antes: Uma bola de futebol rasgada e quatro pedras ou uma sala cheia de tecidos e caixas de cartão era suficiente e dava para múltiplas brincadeiras. Podia jogar á bola com os sapatos da primeira comunhão que não importava. Fazíamos campeonatos de tazos de Pokémon e jogávamos ao berlinde e eram horas de diversão!

Agora: Se não é brincadeira que inclua tecnologia já não é interessante. Se a bola não é de marca e os ténis de desporto não são apropriados ninguém se mexe. Os Pokémons voltaram, mas adivinhem?? É preciso internet, um telemóvel bom e carregadores portáteis de bateria. Não iremos precisar de robôs, os robôs somos nós!

 

Linguagem e Comunicação

Antes: Usávamos o telefone de casa, os pais combinavam com os outros pais e a comunicação a partir daí era feita pessoalmente. Também chegamos a usar telemóveis, mas era só para coisas importantes, não havia sms’s ilimitadas e essas eram escritas num português correcto.

Agora: Smartphone, tablets, computadores e aplicações são a comunicação destes dias. Podem estar no mesmo local que preferem trocar mensagens a falar pessoalmente. Quanto á linguagem? É aqui que a língua portuguesa tem um AVC. As abreviaturas para tudo e os emojis fazem com que para ler uma mensagem eu tenha de usar quatro regiões diferentes do meu cérebro!

 

Amizade

Antes: As amizades eram agradáveis, duravam e as intrigas nunca eram assim tão graves que fizesse uma amizade acabar. 

Agora: Há amizades que duram 2 segundos e amizades que dura 2 minutos. Melhores amigos são rotativos por temporadas e o tratamento que fazem uns aos outros é assustador. Chamam p*ta e vaca a uma melhor amiga e em primeiro lugar isso ofende os animais e em segundo, quem é que vos educou para eu lhes ir dar um mimo na cara com uma cadeira violentamente devagar!?

 

Hoje em dia poucos são aqueles adolescentes e/ou pais que não se enquadram nestas descrições. É assustador mas ao mesmo tempo é a evolução humana e o que conta são as escolhas que cada um faz. Eu fiz muitas asneiras e nem sempre foi tudo tão bonito mas as escolhas que fiz ao crescer é que me ajudaram a tornar-me numa pessoa melhor, por isso não desistam, ainda há salvação. 

ZiA_nzLu.jpg

 

A Hipster Chique (ex-adolescente com múltiplas personalidades)

 

Seg | 30.01.17

#dia 16 - Vizinhos, espécie (nada) rara

Há muito que queria escrever sobre o tema “vizinhos” e finalmente chegou a hora. Para quem não gosta de queixumes pode parar de ler aqui, para quem gosta por favor contribuam. 

Já vivi em três locais diferentes e em cada um levei com diferentes tipos de vizinhos, o que penso que me dá habilitações suficientes para enumerar esses tipos de criaturas, que infelizmente não são raras, que encontrei e continuo a encontrar…

 

Elevador

Vizinhos que só vejo no elevador onde o silêncio constrangedor que se coloca entre nós é só assustador. Digo boa tarde, saio do elevador e parece que perdi uma parte da minha alma lá dentro.

 

Melhor amigo

Aquele vizinho que eu não conheço muito bem mas que para ele eu sou a melhor amiga. Vê-me nas escadas e faz festa, ouve-me a chegar a casa e vem cumprimentar-me e eu para isso já tenho o cão.

 

Coito

A prática do coito no meu prédio é uma das actividades principais e com tanta hormona á solta não me admira que os móveis comecem a fazer olhinhos uns aos outros. Ás vezes o entusiasmo é tanto que no final só me apetece bater palmas e gritar “Bravo”! 

 

Estranho homicida

Eu vejo de vez em quando, eu ouço de vez em quando, mas todos os movimentos são estranhos. Os horários que fazem são estranhos, vão pôr o lixo e o saco parece levar um corpo lá dentro e os barulhos que ouço lá de casa fazem inveja a filmes de terror.

 

Queixinhas

Aquela velha que vive no rés-do-chão e que acha que manda no prédio. Entro no prédio e ela diz que faço muito barulho, há um jantar lá em casa e ela ameaça chamar a polícia por causa do barulho ás 9 da noite quando apenas estamos a falar e é senhora para se enfiar no elevador e parar em cada andar para ver o que poderá estar errado para apresentar na reunião de condóminos. Um dia há um funeral lá por casa e ela diz que o morto está demasiado feliz!

 

E a lista estende-se… Há vizinhos super porreiros que eu gosto de conviver, não trazem problemas e andam na sua vida mas a maioria é só medonha! 

Que outros tipos de vizinhos vocês encontram??

 

fmOeYgdI.jpg

 

A Hipster Chique (Vizinha Aborrecida)

Dom | 29.01.17

#dia 15 - Período… Homens preparem-se para a realidade!

És mulher e estás a ler isto? Então vais concordar com a maior parte das coisas. Se és homem? Não fujas e deixes de ler isto já aqui, porque isto vai ser um “bater de cara com a realidade” e pode ajudar-te, porque verdade seja dita, tu e o período são como vizinhos estranhos, sabes que está lá, mas não queres conhecer.

Durante 3 a 8 dias em todos os meses, as mulheres a partir de uma certa idade tem o período. Algumas pessoas dizem que é saudável, outras que está a limpar as impurezas do nosso organismo e outras que é sinal que podemos ser mães. Errado!! É sinal de que a Emily Rose exorcizou os nossos ovários para nos dar dor física e mental.

Mas existem certas coisas sobre o período que penso que é comum em muitas de nós e outras que os homens devem saber (ou não fazer), com URGÊNCIA!

 

Anúncios de produtos higiénicos

Uses tampões ou pensos, de certeza que já te deparas-te com anúncios dos mesmos na televisão. Nesses mesmos anúncios aparecem mulheres que parecem estar a viver o melhor momento das suas vidas, que finalmente podem fazer desporto porque foi lançada uma nova gama de pensos e que podem ir á piscina porque agora o aplicador dos tampões é mais fofinho. São mentiras!! Tudo mentiras!! Ninguém fica assim tão feliz no período ou consegue movimentar-se o suficiente para fazer uma aula de zumba no ginásio. E as mulheres que o conseguem, vocês são heroínas.

 

Hormonas

Sinónimo de bipolaridade! Tanto queremos distância, paz e sossego, como queremos toque e carinho. Apenas respeitem a nossa decisão que pode durar 5 segundos e aguentem homens. Com esta bipolaridade vem também uma pequena frustração sexual e só os mais corajosos enfrentam uma mulher neste estado.

 

Dores

Esta é aquela parte que os nossos ovários resolvem fazer uma rave com as trompas de falópio. Primeiro que encontremos uma posição minimamente estável temos de passar por posições de yoga e assim que encontramos essa posição, pode haver um terramoto que não nos mexemos. Conselho para a audiência masculina: não nos toquem ou mexam, ou libertam o monstro que há em nós.

 

TPM (Temperamento Pré-Menstrual)

Alguns dizem ser mito ou auto-sugestão, outros acreditam mesmo que existe. Pois, auto-sugestão/mito ou não, a verdade é que nós mulheres mudamos. Ficamos mais irritadas, chateadas, com uma vontade doida de comer tudo o que tenha um número de calorias elevado e ai de quem se meta connosco nessa altura. Por experiência pessoal eu sou como um animal selvagem, preciso de estar isolada do resto da população porque posso atacar. 

Homens ofereçam chocolates não chatices, obrigada!

 

Pensos e tampões

Agora dirijo-me directamente aos homens. Quando vos pedimos para comprarem pensos e tampões não entrem em pânico, é bem simples, só tem de ter uma mente aberta e aprender qualquer coisinha. Existem pensos com abas e pensos sem abas, pensos de noite e pensos de dia, tampões para grande e pequeno fluxo e outros. Antes de irem a correr para o supermercado e ficarem a olhar para o corredor da higiene feminina e comprarem fraldas Tena Lady porque não sabiam o que comprar, informem-se com a mulher para quem vão comprar.

 

“O período não é assim tão mau.”

Homens que dizem isto, por acaso sabem o que é ter a genitália a sangrar por dias? Sabem o que é não ter controlo sobre nós próprias? Sabem o que é ter vontade de vos matar porque nos compram pensos rápidos para o período porque não se informam? Não?!

Então não nos digam que não é assim tão mau, porque se passassem por algo do género não sobreviviam até ao segundo dia!

 

Homens informem-se e mulheres tenham mais controlo! A humanidade agradece a ambos.

oG0j9Kmz.jpg

Até já degredos

 

#sos #periodonaoebom

 

Sab | 28.01.17

#dia 14 - Pesadelos no Tinder - Versão Masculina

Hoje em dia o namoro e a conquista já não são o que eram. Agora existe tecnologia para criar o “amor perfeito” e uma dessas tecnologias “fantásticas” chama-se Tinder. Para quem não conhece o Tinder é uma aplicação onde podemos aprovar (virar á direita) ou desaprovar (virar á esquerda) homens e mulheres com base em fotos, uma descrição, gostos e redes sociais. 

Não julgo quem usa este tipo de aplicação para procurar amigos novos, interesse amoroso ou até mesmo amigos coloridos, julgo sim e gravemente certas descrições que no caso que vou apresentar são de homens.

Resolvi instalar a aplicação e procurar por descrições que fazem qualquer mulher desistir de usar o Tinder ou reprovar o homem e o mais triste é que foi fácil demais. Vejamos…

 

(algumas descrições foram traduzidas, mas apresento os originais)

 

1.jpg

“…Características especiais: faço arroz de 1 minuto em 58 segundos.”

Se fosse 59 segundos eu aprovava. Porque homem que faz arroz em menos de 59 segundos não presta.

 

2.jpg

“… - Ganhei um concurso de beleza no Monopólio… - Assobiador brilhante…”

A beleza exterior não importa mas quando é uma beleza certificada pelo Monopólio não há como resistir! Mas beleza certificada pelo Monopólio a um assobiador brilhante, isso é um baixa calças para qualquer mulher.

 

3.jpg

“…Quando estou triste penso que o Mar é apenas pão sem farinha. Depois parto-me a rir…”

E eu parto-me a fugir! Mesmo com a sua lógica é um comportamento preocupante. Martim Moniz o aguarda.

 

4.jpg

“1.84m. Chego a todos os armários…”

Nada de mal, mas porquê??

 

5.jpg

“Espero que sejas tu a fazer-me apagar esta aplicação.”

Eu faço isso em menos de 30 segundos. Botão denunciar e nunca mais cá voltas!

 

6.jpg

“Ofereço manta de inverno e chocolate quente em minha casa. Se por acaso a vossa cena é beber álcool, passaram… A primeira frase era apenas um teste.”

Em resumo, procura alcoólatras que não tenham frio no inverno e não gostem de chocolate quente. Isso é ser demasiado esquisito, mas boa sorte. (Confuso?!)

 

7.jpg

“Isto é divertido quando estou aborrecido… A coisa mais épica da minha vida: eu nasci.”

Ou seja, quando não está aborrecido conhece-lo no Tinder não será divertido e a coisa mais épica da vida das mulheres que te recusarem será: terem-te recusado.

 

8.jpg

“Gostas de almôndegas! Então há uma conexão entre nós!”

Gosto de almôndegas mas não sinto a conexão… Desaprovado!

 

Depois desta experiência prefiro ficar solteira com 20 gatos do que ter de passar por algo assim para encontrar homem. 

Estou curiosa com o lado da mulher nesta aplicação e irei sem dúvida testar se nós somos piores que eles nestas coisas.

 

Até amanhã degredos

 

#pesadelosdotinder #versaomasculina

Sex | 27.01.17

Tipos de taxistas (Experiência pessoal!)

Sendo uma pessoa que se desloca maioritariamente por táxi na cidade de Lisboa, já encontrei de tudo nesses pequenos percursos do meu dia a dia. Como em tudo, existem bons e maus profissionais, mas o que vos venho apresentar são experiências pessoais que vão além de mau profissionalismo, no mínimo são bizarras!

Apresento-vos então os tipos de taxista que encontrei até hoje…

 

Velocidade Furiosa

Este taxista achava-se o Vin Diesel, a fazer uma missão qualquer em que tem de fazer 5km em 2 minutos! Tinha luvas e volante de corrida e eu consigo jurar que o homem tentou fazer um “drift” antes de me deixar no destino.

 

GTA

Eu ouvi da voz deste senhor esta frase “Atravessa rápido ou passo-te por cima!”. Estávamos a ver uma senhora com uma criança a atravessar a rua numa passadeira. 

Também foi este taxista que passou vermelhos, achando-se o maior por isso e eu apenas rezo pela minha vida no banco de trás.

 

Amor maternal

Uma senhora muito querida estava preocupada se eu tinha roupa suficiente vestida porque estava frio, se eu sendo de longe tinha comida e/ou me alimentava bem. Se a viagem durasse mais que 15 minutos eu tenho a certeza que teria os papéis para a minha adopção á frente!

 

Consultório do psicólogo 

Toda a gente tem problemas, mas quando as pessoas tem problemas e são taxistas, bem, alguém irá poupar dinheiro em não ir ao psicólogo. Fiz um percurso do aeroporto á estação de comboios e foi longo. Mais longo pareceu pois o senhor contou todos os seus problemas. Fiquei então a saber que o filho foi despedido, a filha tinha problemas de alcoolismo, os problemas de saúde dele eram inúmeros e a mulher estava com uma depressão. Paguei 14€ e no final da viagem quem precisava de psicólogo era eu.

 

Anti-Uber

Taxistas e Ubers não funcionam juntos e muitos taxistas o demonstraram em diversas manifestações, mas este senhor decidiu mostrar-me a mim o porquê de o Uber ser uma porcaria. Por momentos pensei que ia montar uma tela e mostrar um powerpoint.

O homem com tanta conversa enganou-se no caminho duas vezes, paguei o dobro e instalei a aplicação do Uber no meu telemóvel.

P.S. Muito sinceramente preferi isto ao senhor que disse “As regras são como as meninas virgens, servem para ser violadas.” numa manifestação contra os Uber.

 

Voto de silêncio

Este foi o tipo de taxista que mais me assustou. O homem não disse uma única palavra a viagem toda, nem um boa tarde, nada! E quando tomei a ousadia de perguntar se por outro percurso não seria melhor, levei com um olhar pelo espelho retrovisor que me gelou a alma. Durante o percurso, só disse o valor da viagem e abanou a cabeça duas vezes.

 

Claro que também já encontrei óptimos taxistas que me proporcionaram uma viagem calma e sossegada sem nada estranho, mas esses contam-se pelos dedos.

Partilhem também as vossas histórias com taxistas, porque todos nós as temos. 

 

Até já degredos

Sex | 27.01.17

#dia 13 - “Anti-Bucket List”.. 6 Coisas que espero nunca fazer

No decorrer da vida, pelo menos uma vez todos nós já fizemos uma “Bucket List”, ou seja, uma lista de coisas que queremos fazer antes do dia do juízo final. Seja escrita ou mental, essa lista existe para que a possamos sonhar, realizar ou até mesmo falhar…

Para mim que vivo um dia de cada vez sem pensar muito no futuro, que isso dá muito trabalho, uma “Bucket List” não é o ideal, então resolvi fazer a “Anti-Bucket List”, uma lista com coisas que espero nunca fazer!

 

Tabuleiro de Ouija

Mexer com coisas que deviam estar quietas e longe de mim é o que nunca quero fazer! Basta um barulho estranho á noite cá em casa e já penso em pegar em água benta, um crucifixo e rezar pela minha vida. Que fará mexer com coisas que não vejo! 

 

Fazer yoga

Tenho zero capacidade de flexibilidade, balanço e coordenação, fazer yoga seria só o suficiente para me levar ás urgências do hospital. Muito giro quem faz e diz que traz calma e paz. Para mim só trazia dor, sofrimento e nervosismo!

 

Bungee-Jumping

Não, eu vou morrer como manda a lei. Com os pés bem assentes na terra e com um ataque cardíaco causado pela quantidade de panquecas ingeridas durante a minha vida.

 

Entrar numa orgia

Se já é difícil agir normal com uma pessoa, imaginem com várias. Não dá para mim, com a minha falta de concentração e desleixo acabava a tentar ter relações com o frigorífico!

 

Viver no campo (outra vez!!)

20 anos da minha vida serviram para me mostrar que viver numa zona rural só serve para retirar inteligência e encher a cabeça de m*rda! Eu não quero saber quem são os habitantes todos da zona onde vivo, o que fazem e a que horas efectuam as suas necessidades. Cidade para sempre!

 

Conhecer o Trump

Aqui está uma coisa que me faz pegar em água benta, um crucifixo e rezar pela minha vida. Que me causa dor, sofrimento e nervosismo. Que pode muito bem causar-me um ataque cardíaco. Que me faz preferir conhecer um frigorifico em vez dele. E que só de ouvir fico com menos inteligência e só estou a encher a cabeça com m*rda! 

 

Este é o meu top 6 de coisas que nunca quero fazer. Nunca se deve dizer nunca, mas para estas coisas acontecerem uma perda de memória tem de estar no meu futuro. Que coisas estariam na vossa “Anti-Bucket List”?

-Au9g5mS.jpg

 

Até amanhã degredos

 

Qui | 26.01.17

#dia 12 - A banda sonora da minha vida (Versão Honesta!)

Recentemente percebi que a minha vida já teve momentos que eram dignos de banda sonora e em 25 anos a colectânea não poderia ser mais diversificada. Decidi então demonstrar através de músicas o processo que foi e continua a ser, a minha vida, mas de forma MUITO honesta!

Tudo começou no dia em que nasci, com…

 

It’s Raining Men - The Weather Girls

Segundo a senhora minha mãe, eu era a única menina nascida naquele dia, naquele hospital. A enfermeira informou-a disso dizendo também que não parava de chorar. Pudera, estava literalmente numa festa da salchicha, indefesa com horas de vida!

 

Macarena - Los del Río

Com 8 anos a única coisa que fazia era dançar incessantemente a Macarena, com coreografia e vocais. Não admira ter ganho um pulso aberto que ainda hoje me dói!

 

If I Were a Boy - Beyoncé

Só me faltava o pénis! Numa altura um tanto estranha da minha vida eu virei o que se dizia ser uma maria rapaz, mas com um pouco de exagero. 

 

I’m With You - Avril Lavigne

Tentem lá imaginar uma menina de 15 anos a chorar e a sofrer de amor enquanto canta isto alto demais. De certeza que nessa época os vizinhos acharam que a minha mãe tinha adoptado uma morsa congestionada!

 

Postal Dos Correios - Rio Grande

Farta da vida da terrinha, revoltada com tudo e em Guerra Civil de frigideiras e crucifixos com a minha mãe decidi ir embora para a grande cidade. 

 

Where You Belong - Kari Kimmel

Sair daquele cu de judas que é a minha terra e vir para esta cidade gigante que é Lisboa foi difícil. Mas tornou-se muito mais fácil quando fui recebida por uma família disfuncional, maluca e bipolar que acabou por se tornar a minha família e me faz sentir em casa.

 

Dangerous Woman - Ariana Grande

Não será preciso comentar muito, como é óbvio descreve quem sou neste momento. Sim, claro!! HAHAHAH

Perigosa só mesmo se me derem um nabo e azeite, pois consigo realizar uma manobra a que me sujeitavam quando era pequenina e não conseguia fazer necessidades. Enfio o nabo com azeite onde o sol não brilha e para além de vos garantir um cólon limpo, garanto que não se metem mais comigo!

 

The Fools Who Dream - La La Land OST

Devia estar no meu cartão de cidadão!

 

Todos nós devíamos fazer este tipo de banda sonora honesta da nossa vida, pois a música é um excelente auxiliar de memória. Até bom demais…

 

Mr4vVn-4.jpg

 

Até amanhã degredos

 

#bandasonorahonesta

 

Qua | 25.01.17

#dia 11 - 6 coisas que os homens não querem ouvir (NUNCA!)

Hoje pus-me a pensar em coisas que nós mulheres dizemos aos homens que os fazem literalmente tremer de medo ou pelo menos coisas que eles não querem mesmo ouvir. Este texto não pretende ser machista, a favor dos homens ou mulheres ou ofender alguém. Trata-se de uma paródia literária! Então…

 

“Só isso?”

Sim, poderosa expressão! A destruir egos e erecções desde sempre. Pode ser usada em diversas situações, mas quando a situação é sexual, é um trauma para a vida.

 

“Esqueci-me de tomar a pílula ontem”

Após uma noite de sexo esta frase só resulta numa coisa… Corrida á farmácia mais próxima para comprar o stock de pílulas do dia seguinte e dar á mulher como se fossem M&M’s.

 

“Podemos falar?

Automaticamente vão vasculhar as suas memórias para tentar descobrir o que de mal fizeram. Sejamos todas honestas, como é óbvio fizeram algo, mesmo que não se lembrem. E mesmo que não tenham feito nada de mal, nós encontramos um problema/defeito!

 

“Achas que este vestido me faz gorda?”

Das duas uma:

- está a ver uma vaca gorda embrulhada em tecido

- está a gostar do que vê e acha que lhe fica mesmo bem

Se for a segunda opção estás safo, se for a primeira, amigo, espero que sejas um mentiroso patológico, porque não te safas de outra maneira. A mulher não quer honestidade neste momento, quer que lhe aumentes o ego e digas que está linda, ponto final!

 

“Deixa-me conduzir”

Se és homem e és inteligente, corre para a agência de seguros, faz um seguro de vida e um upgrade no seguro automóvel! Põe 2 cintos de segurança e tampões nos ouvidos. 

 

“A minha mãe vai mudar-se para nossa casa”

O pesadelo, o horror, a sogra! O pânico instala-se, o coração acelera e tu rezas para te dar um AVC. Boa sorte.

 

Espero que tenham gostado e que não levem a mal esta pequena sátira. Sou uma mulher, tenho orgulho nisso e conduzo muito bem!

Num futuro post irei fazer as coisas que as mulheres não querem ouvir dos homens e provavelmente será algo tipo “1001 coisas que as mulheres não querem ouvir”, porque vou ser honesta, homens, vocês são piores!

 

qjeQtIc4.jpg

 

Até amanhã degredos

 

#homensempanico

 

Ter | 24.01.17

#dia 10 - Revelada a razão de eu ser como sou!

Uma parte considerável da população provavelmente já pensou o porquê de serem tão estranhos e/ou sem capacidade de adaptação á sociedade de hoje em dia. Muitos provavelmente deram uma queda e bateram com a cabeça num jazigo ou num fogão, outros tiveram um parto onde a cabeça ficou presa nas trompas de falópio ou porque são filhos do Donald Trump. Existem muitas outras razões, mas foi numa viagem á minha terra natal que descobri a verdadeira razão de eu ser tão estranha e inadaptada, bastou uma ida ás fotos de infância para descobrir isto…

 

Comia cebolas cruas com casca

Isto é verdade e o mais assustador é que decidiram tirar uma foto de mim a fazer isso em vez de me pararem! Obrigada mãe!

kNmMNa4b.jpg

 

O meu vocabulário 

Provas escritas indicam que chamava ás pessoas “bebé”, a tudo o que era animal “ão, ão” e ás coisas “papa”. Com esta última não me surpreende a foto das cebolas, surpreende-me não ter fotos de mim a comer um abajur ou uma cadeira!

-8uYEr60.jpg

 

Menino jesus

Era usada para fazer de menino jesus na peça do infantário. Tudo bem até aqui, mas a minha cara de reencarnação do demónio não convencia nem no Parque Mayer!

TiRtbSsB.jpg

 

E o mais perturbador está para vir…

 

Ora bem, eu sou uma rapariga de olhos azuis esverdeados e no próprio livro onde a minha mãe registou detalhes da minha infância, está escrito “nascida com olhos azuis”. Qual foi o meu espanto ao ver fotos de quando tinha meses de idade e reparar que os meus olhos eram tudo menos azuis!!

Agora consigo perceber o porquê de não ser normal, aquilo são olhos de quem reencarnou o mal ou foi alvo de experiências laboratoriais secretas.

 

l4db9TMj.jpgM22wBpBl.jpg

 

 Curiosa que sou, resolvi pesquisar no Google “crianças com olhos pretos” e o que encontrei foi isto:

“Crianças com olhos pretos são lendas urbanas de supostas criaturas paranormais que se pareciam com crianças…”

Como??!… (gritando internamente)

 

O artigo vinha com mais informação, mas penso que chocar o público que poderá ler o meu blog já o foi feito á uns parágrafos atrás.

 

Ficamos por aqui… Até amanhã degredos

 

#naoseiquemsou #obrigadapelospesadelos

Pág. 1/2